PousoAlegrenet

Menu

Atuação da PM garante a segurança da manifestação em Pouso Alegre

Todos os detalhes da manifestação foram acertados previamente entre a PM, a liderança do movimento, Prefeitura, ACIPA e Viação Princesa do Sul

“Vem pra rua! Vem sem violência!”. Esta foi a frase mais ouvida durante o manifesto pela melhoria do transporte público realizado no sábado, 22 de junho em Pouso Alegre, que reuniu mais de 4.000 pessoas, durou quatro horas e percorreu cerca de dois quilômetros das ruas da região central de Pouso Alegre.

A tranquilidade e a segurança foram garantidas graças a um planejamento feito pela Polícia Militar.

O Corpo de Bombeiros também acompanhou a passeata e disponibilizou viaturas para o evento.

“O objetivo da PM em Pouso Alegre é o de assegurar o direito de manifestação do pensamento de todos os cidadãos.

Conversamos com todos os atores envolvidos para definir os procedimentos que adotamos para garantir que a manifestação ocorresse de maneira pacífica e ordeira.” Afirmou o comandante do 20º BPM, Ten Cel Silvano Pereira da Silva.

Trabalho preventivo

“Todo o efetivo da Polícia Militar de Pouso Alegre estava nas ruas no momento do protesto. Não só os profissionais que trabalham diretamente no policiamento ostensivo, como também aqueles da área administrativa”, afirmou o comandante do 20º Batalhão de Polícia Militar, Silvano Pereira da Silva.

Para garantir uma manifestação pacífica, um planejamento prévio foi feito através de reuniões entre a PM, a liderança do movimento, Prefeitura Municipal, Polícia Civil, Ministério Público, Corpo de Bombeiros, Associação Comercial e Industrial de Pouso Alegre () e representantes da Viação , onde ficaram acertados todos os detalhes da manifestação e reforçado o caráter pacífico do movimento.

Durante todo o sábado, a Polícia Militar garantiu o controle do trânsito pelas ruas por onde a multidão passou. Uma viatura da PM foi à frente da passeata. O policiamento foi feito também a pé e nas moto patrulhas.

Manifesto uniu jovens, crianças e idosos

E foi a sensação de segurança que atraiu a professora aposentada Maria Helena Ribeiro “Achei que o trabalho da Polícia Militar está dando segurança à população.

Se acontecer alguma coisa eles estão presentes.” A engenheira química Flavia Vieira Rovaly levou a filha Helena, de apenas 4 meses.

“Fiquei segura em trazê-la porque sei que a cabeça das pessoas está voltada para uma manifesto de paz.

Mas também porque estou vendo a Polícia Militar aqui, cuidando do trânsito e das pessoas.” Elogiou.

Exemplo de cidadania

Ao final da passeata, o administrador de empresas Cezário Rezende procurou a 17ª Região de Polícia Militar para pegar a carteira que havia perdido na rua. Ao abri-la, a surpresa: os 55 reais que ele havia guardado estavam lá, intactos.

“O Policial Militar ligou duas vezes no meu celular para avisar que uma pessoa havia achado minha carteira e deixado aqui. Isso mostrou pra mim que o povo brasileiro não só fala, mas também age com honestidade. Fiquei feliz também com a atenção da Polícia Militar dada ao meu caso.”, ressaltou. (Carolina Noronha)

 

Reprodução: Assessoria de Comunicação Organizacional da 17ª RPM

Polica Militar
17ª Região da Polícia Militar

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.