PousoAlegrenet

Menu

1ª Vara de Pouso Alegre bate meta, e julga mais de três mil processos em quatro meses

A 1.ª Vara Federal de Pouso Alegre comemorou, no último dia 18, o cumprimento da meta estabelecida pelo juiz federal titular da Vara, Márcio José de Aguiar Barbosa, em 3 de junho deste ano, quando assumiu os trabalhos da unidade: proferir sentenças e decisões em todos os processos que se encontravam conclusos. Nos dois gabinetes havia 1.499 processos nessa situação e, no JEF, 1623, o que totalizava 3.122 processos conclusos. A ampla maioria, mais de 2.300, referente a sentenças.

Segundo a secretaria da 1.ª Vara, havia processos conclusos há mais de cinco anos para sentença. Nos quatro meses e meio de trabalho foram proferidas sentenças de todos os tipos, em variados processos. Apenas uma minoria não pôde ser julgada, pois alguns processos foram convertidos em diligência para a produção de provas ou outras providências.

O juiz federal Márcio Barbosa ressaltou que todo o trabalho foi realizado sem estresse e sem a necessidade do cumprimento de horas extras. De acordo com o magistrado, foi necessário apenas focar no trabalho, melhorar os procedimentos e simplificar decisões. Ressaltou, ainda, que cada um desses processos tem um ou muitos jurisdicionados interessados, direitos por implementar, discussões jurídicas a solver e que “vidas estão sempre sendo influenciadas por nossas decisões – e também por nossas omissões ou demoras”, afirmou o juiz. Por fim, ele agradeceu a dedicação dos servidores, prestadores de serviços e estagiários da Vara e conclamou toda a equipe não só para manter essa conquista, mas para ir além dela, melhorando a eficiência e a celeridade. “Aprender sempre, melhorar sempre”, enfatizou Márcio Barbosa.

Fonte: TRF1

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.