PousoAlegrenet

Menu

Projeto Música de Câmara se apresenta em Pouso Alegre

Com programação inteiramente gratuita, o projeto se apresenta Pouso Alegre no dia(31)

Oferecer um contato vivo entre o público, os músicos e as obras clássicas – essa é a proposta do Música de Câmara da Primeira Época de Ouro do Violão. Com programação inteiramente gratuita, o projeto irá percorrer o interior de Minas Gerais oferecendo um virtuoso recital de violão e de cordas. Promovido pelo Fundo Estadual de Cultura, da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, o projeto se apresenta no dia 31 de Outubro em Pouso Alegre, no Conservatório Estadual de Música Juscelino Kubitschek de Oliveira, com recital às 20h30.

Ricardo Marcal se apresenta Pouso Alegre. Foto: Divulgação

Ricardo Marcal se apresenta Pouso Alegre. Foto: Divulgação

O termo música de câmara se refere à prática de música em pequenos conjuntos. Esta prática ganhou força no final do século XVIII e início do XIX, período em que pela primeira vez o violão se consolidou como instrumento de concerto nas principais capitais europeias – e quando seu enorme potencial para música doméstica o tornou figura central em saraus e reuniões familiares. Assim, além de ser dono de uma sólida tradição clássica, com um repertório histórico amplo e de obras profundas, o violão é também o grande anfitrião e mediador do projeto Música de Câmara: a convite do violonista Ricardo Marçal, os instrumentistas do quarteto de cordas Família Barros, trazem a harmonia e a musicalidade de sua casa para os palcos, sendo um dos destaques desta primeira edição do projeto.

Com a proposta de descentralizar e democratizar a música erudita, oferecendo apresentações de qualidade a cidades fora do circuito cultural tradicional de Belo Horizonte, o objetivo do projeto Música de Câmara da Primeira Época de Ouro do Violão é desmistificar uma certa formalidade em torno da música clássica, além de renovar o interesse das pessoas pela prática doméstica de música de câmara. Deste modo, alunos e professores dos conservatórios das cidades contempladas pelo projeto serão convidados a se tornarem protagonistas da difusão local da prática e vivência musical em família, em casa. “O papel do violão junto aos instrumentos de cordas é estratégico para estreitar os vínculos entre a prática cotidiana de música, o uso da música como elemento educativo e agregador da vida familiar, e a presença de um repertório de altíssima qualidade, mas moldado para ser usado no dia-a-dia pelo músico não-profissional”, afirma Marçal.

Serviço
MÚSICA DE CÂMARA DA PRIMEIRA ÉPOCA DE OURO DO VIOLÃO
31/10 – Pouso Alegre
Conservatório Estadual de Música Juscelino Kubitschek de Oliveira
Rua Francisco Salles, nº 116 – Centro
Recital 20h30

Com informações de Assessoria

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.