Anastasia visitou obras do Dique 2

Anastasia esteve na cidade do Sul de Minas nesta sexta-feira (1º); medidas coordenadas pela Copasa somam mais de R$ 23 milhões

Foi a partir das margens do rio Mandu que nasceu e desenvolveu Pouso Alegre, no Sul de Minas. Cravado na bandeira da cidade, no entanto, o Mandu nem sempre foi apenas sinônimo de desenvolvimento. Por décadas, moradores de bairros margeados pelo rio sofreram com as enchentes dos períodos chuvosos. Só quem perdeu seu patrimônio por causa das águas de um rio sabe a dor de ver uma vida se arrastar por entre as águas.

Nesta sexta-feira (1º), o governador Antonio Anastasia visitou as obras de um dique que está protegendo cinco bairros de Pouso Alegre das enchentes. Trata-se do Sistema de Proteção contra Enchentes ou a chamada avenida Dique II. Dique é um tipo de construção que serve para represar águas correntes. Ele é erguido ao longo das margens de um rio para impedir alagamentos, que podem inundar áreas povoadas.

Anastasia falou da importância da obra para a cidade.

“Eu fico muito feliz de vir mais uma vez a Pouso Alegre e visitar esta obra que era um compromisso nosso, uma obra emblemática, há muitos anos reivindicada pela cidade. Eu, no passado, visitava aqui o bairro São Geraldo, num momento triste de inundação, e percebemos que a construção da avenida Dique II poderia dar uma segurança maior na questão relativa às inundações, às enchentes”, explicou.

antonio-anastasia-visitou-as-obras-do-dique-que-esta-protegendo-cinco-bairros-de-pouso-alegre_g_g_box

Na visita, o governador cumprimentou operários e verificou que as obras já estão em fase final. Além do dique, concluído por meio das intervenções da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), que opera no município, está sendo construída uma infraestrutura completa na área. Uma ponte está sendo terminada. Além disso, no lugar que antes era tratado apenas como um brejo passará uma avenida que ligará duas importantes vias do município, destravando também o trânsito. Até o final deste ano a nova avenida já deverá estar aberta para a população.

“Essa obra não só vai dar a garantia contra as inundações do rio Mandu, que são inundações quase centenárias, como também vai permitir uma melhor mobilidade urbana, com melhor acesso ao centro da cidade, ligando a uma zona nova de expansão de Pouso Alegre que, aliás, é uma cidade que cresce em ritmo vertiginoso”, destacou o governador.

as-obras-no-municipio-de-pouso-algre-ja-estao-em-fase-final_1_g_g_box

A avenida construída junto com o dique compõe a maior obra de infraestrutura viária de Pouso Alegre. A avenida Dique II sairá da rotatória do terminal rodoviário e seguirá para o bairro Cruzeiro, onde fará interligação com a rua Major Armando Rubens Storino. A Copasa construiu e pavimentou 2.400 metros de pista dupla (com oito metros de largura cada), um canteiro central, passeios, ciclovia e a ponte de transposição sobre o rio Mandu, que unirá as duas pistas. Com a obra, o Governo de Minas cumpre mais um dos compromissos assumidos com Pouso Alegre e região, melhorando a qualidade de vida da população, como afirmou em entrevista coletiva o governador.

as-obras-no-municipio-de-pouso-algre-ja-estao-em-fase-final_2_g_g_box

O projeto

O Sistema de Proteção contra Enchentes foi elaborado para evitar que a população da Zona Sul da cidade sofra com problemas causados pela chuva. É composto por diques, cuja finalidade é impedir que, nos períodos de cheia, as águas do rio Mandu invadam bairros localizados em áreas mais baixas, como o São Geraldo, Foch, São Carlos, Jardim Olímpico e Jardim Lara.

A obra ainda vai colaborar para preservar a estrutura de água e esgotamento sanitário do município e evitar que instalações como tubulações de coleta de esgoto e de distribuição de água, estações elevatórias de água e esgoto e ligações prediais sejam danificadas pelas chuvas.

as-obras-no-municipio-de-pouso-algre-ja-estao-em-fase-final_3_g_g_box

Desde 1996, quando a Copasa assumiu a operação dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário em Pouso Alegre, o Governo de Minas investiu no município, só por intermédio da Companhia, mais de R$ 139 milhões. Foram R$ 35 milhões para abastecimento de água e R$ 75 milhões para esgotamento sanitário, além de R$ 23,1 milhões para obras do Dique II, e R$ 6 milhões para Dique I (hoje Avenida Ayrton Senna). Outros investimentos nas áreas de abastecimento de água e esgoto já estão planejados para os próximos anos.

“Também está em obras, em bom ritmo, a duplicação da Avenida Perimetral, que vai se unir à Avenida Dique, perto de onde estamos neste momento. É outra obra que nós fizemos o compromisso de erguer. Eu fico, portanto, muito satisfeito”, afirmou Anastasia.

as-obras-no-municipio-de-pouso-algre-ja-estao-em-fase-final_g_g_box

Acompanharam o governador durante a visita, o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, Bilac Pinto, o presidente da Copasa, Ricardo Simões, o prefeito de Pouso Alegre, Agnaldo Perugini, além de deputados, engenheiros e técnicos da obra.

Informações: Assessoria

Seja o primeiro a comentar

Menu