PousoAlegrenet

Menu

Curso de Medicina da Univás recebe número recorde de inscritos

Concorrência no processo seletivo 2014 será de 100 por vaga. No vestibular 2013 foram registrados 40 por vaga.

O Processo Seletivo para o curso de Medicina da Universidade do Vale do Sapucaí () neste ano será realizado, exclusivamente, por meio do desempenho dos estudantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em decorrência dessa medida, o número de inscritos foi recorde: 7.060 pessoas se inscreveram.

O Processo Seletivo 2014 para o curso de Medicina da registrou índice de mais de 100 candidatos por vaga, número bem superior ao vestibular do ano passado, quando foram registrados 40 por vaga.

A mudança adotada pela segue uma tendência percebida há alguns anos na maioria das instituições de ensino superior públicas e recentemente nas instituições privadas.

O candidato à vaga do curso de Medicina da deverá aguardar o comunicado do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), entidade governamental responsável pela elaboração e aplicação do Enem em todo o território nacional, que deve divulgar o resultado das provas do Enem nas próximas semanas.

Para a coordenadora acadêmico-administrativa da , Márcia Maria Ribeiro Valle Pereira, a adesão ao Enem para os interessados no curso de Medicina marca um novo momento na instituição “e ratifica a lisura e seriedade do nosso processo seletivo, que tem sido desenvolvido há mais de quatro décadas”, salienta.

Segundo a coordenadora do Prouni na , Maria Aparecida Simões, “a não poderia deixar de acompanhar um movimento que se iniciou nas universidades federais e já é realidade nas escolas privadas, onde a adesão ao Enem permite que os candidatos de todo o país concorram a uma vaga em Pouso Alegre sem precisar se deslocar de outras cidades”, comenta.

Já a vice-reitora e pró-reitora de Graduação da , professora Maria Aparecida Silva Mariosa, percebe-se que “a iniciativa de extinguir o vestibular e aderir ao Enem, além de possibilitar uma maior amplitude para a no cenário educacional privado, promove também uma grande otimização na logística de ingresso dos estudantes na Universidade”, aponta.

O reitor da , professor Félix Carlos Ocáriz Bazzano, disse que “uma instituição de ensino superior que busca excelência na qualidade do seu ensino deve buscar também a excelência na forma como seleciona seus alunos. O Enem é uma prova de altíssimo nível que substitui o nosso tradicional vestibular sem qualquer perda qualitativa, além de dar mais conforto aos candidatos, que das mais longínquas cidades do Brasil poderão se inscrever para o nosso curso de Medicina”, finaliza professor Félix Bazzano.

Por Lucas Silveira – Ascom/Fuvs

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.