PousoAlegrenet

Menu

Estudo do ibope coloca Pouso Alegre na Elite econômica do país

O Ibope analisou dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para identificar as cidades que formam a elite econômica do país. O estudo chegou a um seleto grupo de 48 cidades cuja economia e geração de empregos avançam a taxas médoas que chegam ao dobro do registrado no restante do país. Com intenso volume de atração de investimentos e alto índice de geração de empregos, Pouso Alegre integra o time de campeãs do desenvolvimento. Em Minas, apenas três cidades constam na lista. Betim e Ribeirão das Neves fecham o trio.

Num intervalo de seis anos, de 2004 a 2010, a elite econômica integrada por Pouso Alegre registrou um crescimento médio de 153% de seu Produto Interno Bruto (PIB), indicador usado para medir o avanço global da economia. No mesmo período, o PIB brasileiro cresceu 94%. Já o emprego formal subiu 39% em todo o país de 2004 a 2010, mas no grupo das médias ligeiras o incremento foi de 70%. No caso de Pouso Alegre a distância é ainda maior. Dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico revelam que o município gera o dobro de empregos do país. Nos últimos cinco anos, Pouso Alegre gerou um emprego para cada 12 habitantes. No restante do país, a proporção para o mesmo período foi de um emprego para cada 27 habitantes.

emprego

O prefeito avalia que a cidade alcançou um lugar na elite econômica do país por todas as características positivas que reúne a serviço de uma atividade econômica diversificada e eficiente. “Pouso Alegre tem ótima localização logística. Isso é fato. Mas só essa vantagem competitiva não era suficiente para atrair os grandes investidores. Por isso, um dos pilares de nossa política de atração de investimentos é mostrar que o diferencial do município vai além “, considera. Para Perugini, a cidade também oferece ótima infraestrutura, excelente material humano e tem na administração pública eficiente e imparcial mais uma forma de criar um bom ambiente para os negócios. “Todo empreendimento que venha agregar valor a economia do município recebe total apoio da administração”, ressalta.

Política inovadora

Desde 2010, Pouso Alegre soma 21 novas empresas de médio e grande porte que estão investindo R$ 1,8 bilhão em suas plantas. A política de atração de investimentos adotada pelo governo Perugini é considerada uma das mais inovadoras e eficazes do país. Além de apresentar as vantagens competitivas da cidade por sua localização logística e boa infraestrutura, a Prefeitura se dedica a criar um ambiente propício para o desenvolvimento de novos negócios. Abrir uma empresa em Pouso Alegre, por exemplo, leva, em média, quatro dias. O município ainda conde incentivos como isenções fiscais para empreendimentos de grande porte. Em alguns casos, o município pode até doar áreas, como ocorreu com a empresa . Para o maior investimento único da China no país (R$ 1 bilhão até 2015) foi doada uma área de 225 mil m².

A ordem agora, é fazer da cidade centro de excelência nos segmentos industriais em que tem uma cadeia de produção competitiva. “Com o parque industrial em franca expansão e forte atuação em diversos ramos da produção (farmacêutico, alimentício, autopeças, têxtil), Pouso Alegre prioriza hoje investimentos que agreguem valor à sua economia, com capacidade de gerar boas oportunidades de trabalho e bons salários”, aponta o prefeito .

Cidades médias se destacam

Os municípios que integram a elite econômica do país são os principais expoentes de um conjunto de 133 cidades que, juntas, detêm 64% do poder de consumo no Brasil. Só as 48 maiores concentram 7% da população, respondem por 8,8% da riqueza gerada pelo país e empregam 7,7% do total de pessoas com carteira de trabalho assinada.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.