PousoAlegrenet

Menu

Policial Militar de Pouso Alegre é investigado em operação nacional contra pedofilia

As investigações ocorrem há dois anos e já prenderam 25 pessoas.

A operação nacional contra pedofilia, Glasnost, realizada pela Polícia Federal chegou em Pouso Alegre. Segundo o delegado da Polícia Federal de Varginha, João Carlos Girotto, um policial militar de Pouso Alegre esta sendo investigado. Um mandato de busca e apreensão foi executado, porém com o policial militar não foi encontrado nenhum tipo de material que caracterizasse pedofilia.

Em Andradas(MG) um homem foi preso nesta terça-feira(19) suspeito de pedofilia. No computador dele foi encontrado vários conteúdos de pornografia infantil. A polícia vasculhará os computadores apreendidos a fim de encontrar possíveis ligações entre o homem preso e outros envolvidos em todo o Brasil.

Entre os alvos da operação no Brasil, há pessoas de variadas idades e profissões, incluindo um Policial Militar, um oficial da Aeronáutica, alguns professores, bem como um chefe de grupo de escoteiros.

Computador de suspeito foi apreendido (Foto: Polícia Federal de Varginha)

Computador de suspeito foi apreendido (Foto: Polícia Federal de Varginha)

As investigações ocorrem há dois anos e já prenderam 25 pessoas. A operação foi batizada de “Glasnost”, termo russo que significa transparência. De acordo com a PF, o nome russo foi escolhido por que grande parte dos investigados usam sites russos para divulgar fotografias e vídeos de pedofilia.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.