PousoAlegrenet

Menu

Vias rurais são recuperadas após período de chuvas

Os estragos feitos pelas chuvas da última semana em diversas vias da zona rural geraram transtornos para os moradores. O transporte escolar e o escoamento da produção agrícola foram os mais afetados. Mas a estiagem dos últimos dias permitiu que boa parte das estradas fosse recuperada pela Secretaria de Agricultura. A rotina dos moradores já começa a voltar ao normal.

O secretário de Agricultura, Roberto Barata, explica que as estradas rurais passam por manutenção permanente, mas em casos de chuvas ininterruptas por um período prolongado, como o ocorrido na última semana, os transtornos são inevitáveis. “Mesmo com o trabalho de manutenção dessas vias, dificilmente conseguimos passar pela estação chuvosa sem termos um ou outro contratempo. São estradas de terra. Ficam vulneráveis a períodos mais prolongados de chuvas. Por isso, estamos sempre de prontidão para minimizar os danos e garantir que os moradores sejam prejudicados minimamente”, esclarece.

Nos últimos dias, os trabalhos de recuperação viária se concentraram nos bairros Itaim, Cava, Ferreiras, São Sebastião do Pantaninho e em alguns pontos específicos como a entrada de algumas escolas rurais. Além do trabalho de terraplenagem feito pelas máquinas, as vias estão ganhando novas camadas da chamada brita graduada, material que torna a superfície das estradas mais uniformes.

estradas-ruarais-interna

A previsão da Secretaria de Agricultura é que até o fim da semana, todas as principais vias de acesso aos bairros rurais que sofreram com a chuva da última semana passem pela intervenção.

“A estiagem dos últimos dias eliminou a lama e nossas máquinas já conseguem trabalhar nos locais mais críticos. Aceleramos o trabalho para minimizar ao máximo as dificuldades para os moradores”, explica o secretário.

Reposição de conteúdo

A dificuldade de transitar pelas estradas rurais na última semana levou grande preocupação para pais e alunos que, em alguns casos, não conseguiram chegar às salas de aulas. Mas a secretária de Educação, Cleidis Regina Modesto, tranqüiliza a comunidade escolar rural. Ela informa que a pasta já programou um trabalho individualizado com os alunos que perderam aula por conta da condição das estradas. “Todos os alunos que não conseguiram chegar às salas de aula nesse período por conta da dificuldade enfrentada pelo transporte escolar vão ter acompanhamento individualizado dos professores com reposição de conteúdo”, explica.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.