Fugitivos da APAC ainda não foram encontrados

Criminosos cumpriam pena em regime especial por assalto, tráfico de drogas, sequestro e até homicídio

Os cinco detentos que fugiram da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Pouso Alegre ainda não foram recapturados. Na manhã da ultima terça-feira (10), alguns detentos renderam funcionários e os trancaram em uma sala, deixando o caminho livre para empreender uma fuga. Outros presos que se recusaram a fugir também foram trancados no banheiro.

Foto: Airton Chips

Lucas Bento Pereira, 19 anos, preso por sequestro. Foto: Airton Chips

Um dos presos, Jose Maria dos Santos, 41 anos, que trabalhava no laboratório de terapia, é quem teria colaborado no plano de fuga. Ele entregou um tambor e uma tábua aos detentos, que usaram os objetos para alcançar o telhado e escapar. Na fuga os presos ainda furtaram um rádio comunicador, quatro tesouras e cinco estiletes e levaram as chaves de todas as celas.

Os fugitivos são:

  • Jose Maria dos Santos, chefe do laboratório de terapia da Apac;
  • Alexandro Lopes da Silva, 34 anos;
  • Carlos Henrique da Silva Souza, 20, que foi preso em maio de 2012 após assalto à Padaria Santa Luzia;
  • Lucas Bento Pereira, 19, que participou do sequestro do prefeito de Congonhal em agosto de 2012;
  • Ronan da Silva Cândido, 24, preso em janeiro de 2012 acusado de tráfico de drogas e homicídio cometido em 2011 no bairro Cidade Jardim.
Foto: Airton Chips

Carlos Henrique da Silva Souza, 20 anos, preso por assalto. Foto: Airton Chips

Ronan Gordinho. Foto: Airton Chips

Ronan Gordinho,24 anos, preso por tráfico de drogas e homicídio. Foto: Airton Chips

Seja o primeiro a comentar

<
Menu