PousoAlegrenet

Menu

Hospital das Clínicas Samuel Libânio adquire novas macas com ajuda da população

Mais uma bela ação social promovida pelo Hospital das Clinicas Samuel Libânio (HCSL), juntamente com a população de Pouso Alegre e região, obteve um ótimo resultado para a manutenção do Hospital. Seis novas macas foram adquiridas com o dinheiro arrecado através do “Brechó do Samuca”, evento realizado de 14 a 25 de outubro de 2013, com o objetivo de vender roupas e acessórios seminovos para pacientes e população por preços bem acessíveis e reverter todo lucro para ajudar o HCSL. Além das aquisição das macas, também foi possível reformar as 10 cadeiras de rodas e 4 de banho doadas pelo Asilo Bethânia da Providência.

Segundo a diretora executiva da Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí (), mantenedora do Hospital, Silvia Regina Pereira da Silva, o Brechó do Samuca rendeu cerca de R$ 21 mil. “Todo o dinheiro arrecadado foi destinado a melhorias para o Hospital. Essa grande quantia é investimento da população de Pouso Alegre, que está realmente empenhada em ajudar o Hospital e isso é muito gratificante”, disse.

Segundo a Assistente Social do Hospital das Clinicas Samuel Libânio, Nilza Capela, a ideia para a realização do Brechó do Samuca surgiu entre uma conversa entre as funcionárias do setor do Serviço Social com a fonoaudióloga do serviço de Triagem Auditiva Neonatal, Mariana Mascára Mecchi, que tentavam buscar uma forma de também contribuir para melhorias no Hospital. “Depois de muita conversa, percebemos que um brechó, aberto para toda a população, com produtos seminovos e de boa qualidade, seria uma ótima forma de angariar fundos, além de ajudar pacientes mais carentes na compra peças com baixo valor. Escrevemos o projeto e encaminhamos para a aprovação da diretoria. Depois de autorizado, foi mão na massa”, disse.

As roupas e acessórios que foram vendidos no Brechó chegaram através de donativos de pacientes e funcionários do HCSL, empresários da cidade e de toda a população. Durante 15 dias, o Brechó funcionou a todo vapor, vendendo roupas, cintos e calçados em ótimo estado e por preços bem acessíveis. “Já no primeiro dia de vendas conseguimos arrecadar mais de quatro mil reais”, conta Nilza.

De acordo com a diretora administrativa do HCSL, Jusselma Reis, as novas macas adquiridas e as cadeiras de rodas reformadas já estão sendo utilizadas no Pronto Socorro e no Centro Cirúrgico, proporcionando um melhor atendimento aos pacientes que necessitam destes equipamentos.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.