PousoAlegrenet

Menu

Avenida sobre o dique 2 será liberada nesta quarta

Concluída a iluminação da via, a Prefeitura vai liberá-la para o tráfego na noite desta quarta-feira (30), durante o Show do Trabalhador, no pátio do Terminal Rodoviário

Avenida sobre o dique 2 será liberada nesta quarta. Foto: Divulgação Ascom Prefeitura

Avenida sobre o dique 2 será liberada nesta quarta. Foto: Divulgação Ascom Prefeitura

Prefeitura de Pouso Alegre – A Secretaria de Obras fez nesta terça-feira (29) os testes finais da iluminação da Avenida Vereador Hebert Campos, que passa sobre o . O sistema foi aprovado. Com o sinal verde dado pela pasta, a Prefeitura abre a via para o tráfego na noite desta quarta-feira (30), durante o Show do Trabalhador, que acontece a partir das 22h no pátio do Terminal Rodoviário. A avenida e o sistema de contenção de cheias, sobre o qual ela passa, representam um investimento de R$ 35,8 milhões. Ela será entregue mais de um mês antes do previsto no cronograma inicial de obras, que estabeleceu o mês de julho como prazo final para sua conclusão.

A avenida começou a ser construída em outubro de 2012, três meses após a conclusão do sistema de contenção de cheias conhecido como , que hoje serve de estrutura de base para a avenida. Tem extensão de 2,2 quilômetros, pista dupla de 8 metros de largura, canteiro central, passeio amplo, ciclovias e uma ponte com extensão de 60 metros. “O sistema de contenção de enchentes e a avenida formam a maior obra de infraestrutura dos últimos 20 anos. Será uma alegria entrega-la aos pouso-alegrenses”, festeja o prefeito . Dos R$ 35,8 milhões investidos nas obras da avenida e do , R$ 26,39 milhões são recursos do município (R$ 23,29 milhões deste montante referente a um pagamento de multa aplicada à ) e R$ 9,5 milhões vêm dos cofres federais.

Funcionando como mais uma via de ligação entre o centro e os bairros das regiões sul e sudeste, a avenida sairá da rotatória do terminal rodoviário, seguirá pela região do bairro São Geraldo e se conectará, dois quilômetros depois, à Rua Major Armando Rubens Storino, ao lado do Instituto Felipo Smaldoni. O local marca a convergência de bairros como o Jardim Canadá e o Santa Rita, região de bairros residenciais e que hoje abriga o novo prédio do Fórum.

A via é a peça chave no plano de gerenciamento de tráfego da Prefeitura. Vai ajudar a desafogar o tráfego intenso entre a região Sul e o Centro da cidade. A expectativa por reflexos positivos no trânsito é grande. Nos horários de pico, na Avenida Vereador Antônio da Costa Rios, o acesso mais utilizado para a região Sul, enormes congestionamentos chegam a provocar lentidão que se estende por quilômetros, afetando, inclusive, a região central.

A avenida sobre o será a terceira opção de acesso à região, que conta ainda com a Avenida Ayrton Senna, outra via construída sobre um dique de contenção de cheias. No entanto, a Ayrton Senna é acessada com menor frequência por ser a opção mais longa. A avenida sobre o dique tem a vantagem de ser paralela aos principais bairros residenciais da região e ter acesso mais próximo para quem vem do Centro.

O prefeito comemorou nesta terça-feira a possibilidade de poder inaugurar a via em meio às comemorações do Dia do Trabalhador. “Nosso cuidado e zelo com a liberação da via foi grande. Queríamos que tudo estivesse no mais perfeito estado para que, só então, a liberássemos para o tráfego. Agora, teremos a felicidade de oferecê-la como um presente para os trabalhadores pouso-alegrenses”, concluiu.

Iluminação

A etapa final das obras na avenida foi marcada pelos trabalhos de iluminação. Cerca de R$ 1,1 milhão foram investidos no sistema, inteiramente de led. O município é um dos primeiros do estado a contar com a tecnologia. As lâmpadas de led diminuem a incidência de reflexo sobre os motoristas, consomem menos energia e têm maior capacidade de iluminação, como explica o secretário de Obras Wellington Serra: “Optamos por uma iluminação moderna que atendesse o grande volume de tráfego esperado para o local. Demos atenção para a eficiência energética e para a capacidade de iluminação”, informa. O secretário lembra que a iluminação também ajuda a manter o trecho longe da ação de criminosos.

O secretário de Trânsito, Marcos Aurélio, esclarece que as velocidades máximas permitidas ao longo da avenida foram estabelecidas entre 40, em suas extremidades e pontos de confluência, e 60 quilômetros por hora, em seu segmento expresso. “A atenção com a sinalização foi redobrada, afinal, estimamos que esta será uma das vias mais movimentadas da cidade”, avalia.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.