PousoAlegrenet

Menu

Procuradoria do trabalho de Pouso Alegre firmou 140 TACs em 2013

Irregularidades no meio ambiente de trabalho foi o tema mais recorrente.

Em 2013, a Procuradoria do Trabalho em Pouso Alegre atingiu a média de 300 procedimentos por membro, a maior do estado, proporcionalmente ao número de procuradores, segundo dados da PTM. Com uma circunscrição de 75 cidades, a PTM atende a cerca de 1,3 milhão de habitantes. Dois procuradores estão lotados na cidade: Paulo Penteado Crestana e Carlos Alberto Costa Peixoto, atual coordenador.

A PTM comemorou seis anos de funcionamento em 2013. Ao longo do ano, 140 investigados assinaram Termo de Ajustamento de Conduta e 23 ações judiciais ajuizadas. Irregularidades no meio ambiente de trabalho foi o tema mais recorrente nos procedimentos investigatórios, presente em 237 casos.

“Em novembro de 2013 recebemos mais uma servidora (Glícia Cristina Carneiro Aley – técnica administrativa) para complementação do quadro que, até o final de 2012, estava bastante defasado, contando apenas com duas servidoras para atendimento de todas as demandas da PTM o que foi sendo ajustado com a chegada de uma analista (Isabela Guimarães Rabelo do Amaral) e dois técnicos administrativos (Marcos Noboru Okada e Ana Cristina de Mesquita e Silva). Todos os servidores são muito engajados e vestem a camisa da Instituição, auxiliando com muita capacidade técnica o trabalho dos procuradores, para prestar o melhor serviço possível à sociedade”, elogia o coordenador da PTM.

Gráfico

Legenda1

O acordo feito com a empresa Votorantim Metais Níquel S.A. para regularizar o processo de demissão em massa foi um dos casos de maior destaque da PTM, em 2013. Por meio do termo assinado, a empresa se comprometeu a pagar um abono de R$ 6 mil, além de outros benefícios a todos os empregados dispensados. O acordo previu a destinação de R$ 350 mil em bens doados ao município de Fortaleza de Minas, onde ficam concentradas as atividades da mina.

“Felizmente fomos agraciados com ótimos servidores com um grau elevado de eficiência e comprometimento com a Instituição”,completa a chefe de secretaria Marly Silva, que é a servidora mais antiga da PTM.

Fonte: Ministério Público do Trabalho

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.