PousoAlegrenet

Menu

Vereadores usam sessão para campanha política

O apoio a pré-candidatos de suas bases eleitorais tem marcado cada vez mais o discurso dos vereadores de Pouso Alegre

A sessão de véspera de feriado da Câmara de Pouso Alegre foi dia de reforçar os laços políticos. A seis meses da eleição, os vereadores têm se empenhado em valorizar os deputados de suas bases que tentarão a reeleição deste ano. A pauta, no entanto, foi vazia. Apenas um requerimento, solicitando o uso do plenário, foi lido. Um projeto de lei, que tratava da criação de um novo cargo na Câmara, foi retirado da votação.

Em um dos poucos momentos em que não houve referência a campanhas políticas, a morte do esportista pouso-alegrense, Claudionor de Oliveira e Silva, o Bandolim, e uma denúncia contra a prefeitura ganharam destaque.

A denúncia contra a prefeitura de Pouso Alegre foi lida por Adriano Pereira (PTN). O vereador recebeu um ofício de um guarda municipal que se queixa de irregularidades cometidas em seu setor. Segundo esse guarda, cuja identificação Adriano manteve em sigilo, os agentes de segurança da prefeitura receberiam gratificações por horas extras não cumpridas.

“São 60 horas/mês e mais 20 horas para quem trabalha em eventos fora do horário de expediência, mas todos ganham como se trabalhassem 80 horas e a justificativa é de que os guardas ficam de pé. Tem um coordenador lá que não entra na escala porque quem faz o horário dele é a mulher”, disse Adriano.

Em um dos poucos momentos sem menção a deputados, um dos vereadores apresentou denúncia contra a prefeitura. Foto: Daniela Ayres

Em um dos poucos momentos sem menção a deputados, um dos vereadores apresentou denúncia contra a prefeitura. Foto: Daniela Ayres

Adriano sugeriu que os colegas o apoiem na formação de uma comissão especial de investigação e disse que enviará a denúncia ao Ministério Público Estadual. Por meio de sua assessoria de imprensa, a prefeitura negou que as horas extras sejam pagas indiscriminadamente.

O líder do Executivo da Casa, (PT), não comentou diretamente a denúncia apresentada por Adriano, mas mandou um recado para o colega.

“Existem vereadores que falam bastante, mas só estão nesta Casa na terça-feira. Então quero propor um cumprimento mínimo de tempo nesta Casa”, disse.

Terça-feira foi o último dia de expediente da Câmara de Pouso Alegre nesta semana. A partir de hoje, o legislativo está em recesso e só volta aos trabalhos na próxima terça-feira.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.