PousoAlegrenet

Menu

Escola do Legislativo forma primeira turma do curso de Mandarim

De olho nas novas oportunidades de desenvolvimento em Pouso Alegre, a Câmara Municipal realizou o curso de Mandarim. Nesta quarta-feira, 28, ocorreu a formatura da primeira turma, com 47 alunos, no Plenarinho da Casa de Leis. A coordenadora da Escola do Legislativo, Madu Macedo abriu a cerimônia de formatura falando da satisfação em formar a primeira turma do curso de Mandarim.

Satisfação também compartilhada pelo assessor especial da Presidência, que ao representar o presidente, , ressaltou a importância das pessoas procurarem o curso e se aprimorarem para o mercado de trabalho. Os alunos também falaram da importância de mais esse título para sua formação e receberam os certificados de conclusão.

Primeira turma do curso de Mandarim. Foto: Divulgação Câmara Municipal

Primeira turma do curso de Mandarim. Foto: Divulgação Câmara Municipal

Desenvolvido pela Escola do Legislativo Prof. Rômulo Coelho, o curso ofereceu aos alunos noções básicas do idioma, possibilitando uma comunicação inicial com fluência. Tatiana Rezende, assessora da Escola do Legislativo, afirma que o resultado foi acima do esperado.

“Inicialmente começamos com 60 vagas, 30 para o público interno da Câmara e mais 30 para o externo, mas a procura foi tão grande que a presidência da Casa achou conveniente aumentar mais 30 vagas. Hoje, mais de 40 alunos estão se formando”, ressaltou.

João José de Souza, proprietário de uma empresa de tecnologia, procurou o curso como forma de aprofundar seus conhecimentos e contribuir para seu trabalho diário. “Minhas expectativas de ter um conhecimento básico e um entendimento de mandarim foram atendidas. Precisamos agora continuar lendo e aprendendo cada vez mais”, afirmou.

O zelador patrimonial da Câmara, Sebastião Moreira, que também é advogado, considera a ação da Câmara uma excelente oportunidade para aprimorar os conhecimentos em línguas e aplicá-los no dia a dia de trabalho. “Apesar de ser uma língua totalmente estranha para nós, o primeiro contato foi muito auto-suficiente. Saímos hoje com um mínimo, mas que dá para manter contato com pessoas que falam mandarim. A Câmara fez um ótimo trabalho ao introduzir o curso, que vai deixar saudades”, disse.

O curso, gratuito, foi ministrado pelo professor nativo, Luan Lin, que afirmou ter superado suas expectativas com a primeira turma do curso na Câmara. “Minha expectativa era de conscientizar as pessoas a respeito da cultura e língua chinesa e os alunos conseguiram atingir este objetivo. Eles buscaram o curso para uma oportunidade de trabalho, mas acabaram adquirindo muito mais conhecimento sobre a cultura em geral.

Com o sucesso desta primeira turma do curso, a Escola do Legislativo já estuda, junto à presidência da Casa, a possibilidade de novas turmas. “Estamos com uma lista de espera de quase 300 pessoas e vamos analisar a possibilidade de um curso de mandarim para o próximo semestre”, afirmou Tatiana Rezende.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.