PousoAlegrenet

Menu

Nomeação da CPI dos Supersalários é novamente adiada

Resolução da Mesa Diretora determinou que uma reunião fosse realizada para definir membros

Uma resolução da Mesa Diretora deixou para a próxima semana o início dos trabalhos da Comissão Processante de Inquérito (CPI) que pretende investigar o pagamento de salários acima da média para médicos da rede municipal de Saúde. A medida desagradou a oposição.

Há duas semanas, a abertura das atividades da CPI vem sendo adiada pela Mesa Diretora. Da primeira vez, a justificativa foi o prazo regimental da Casa entre a averiguação da legalidade do pedido e a indicação de membros. Agora, segundo o presidente da Casa, Gilberto Barreiro (PMDB), alegou que quer evitar qualquer tipo de tumulto na comissão.

“Os nomes já estão todas ali e a maioria é da oposição. Como houve a formação de blocos, achei melhor deixá-los se reunirem para decidirem entre eles, com a formação do gosto deles, sem que haja tumulto também na comissão”, disse o vereador.

Para os vereadores que apresentaram o pedido de abertura da comissão, o novo adiamento não se justifica. “Ainda mais hoje, com a Casa cheia”, disse em referência à sessão de terça-feira (27), “deveria ter apresentado os nomes e indicado relator e presidente”, defendeu o vereador Paulo Valdir (PSL).

Membros indicados

A comissão será formada por cinco vereadores e as indicações podem ser feitas tanto pelo partido quanto por um bloco partidário. A segunda opção foi preferida pela oposição porque a base do prefeito Agnaldo Perugini tem maioria nas bancadas e o preenchimento das vagas é feito proporcionalmente. Assim, Hamilton Magalhães (PTB) é o membro indicado pelo Todos Por Pouso Alegre e Adriano Pereira (PTN) é o nome do bloco Unidos. Dulcinéia Costa (PV) representa Pouso Alegre Para Todos. Os vereadores Braz Andrade (PPS) e Flávio Alexandre (PR) são a indicação de seus respectivos partidos.

Com exatas cinco indicações, não há necessidade de sorteio para a formação da CPI. No entanto, os membros devem decidir a forma de divisão das funções. É o que deve ser feito na próxima segunda-feira (02), na sala de reuniões da Câmara, às 14h30. A partir dessa data, os vereadores tem 90 dias para apresentar um relatório sobre a CPI dos Supersalários.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.