PousoAlegrenet

Menu

Ex-escrivã é condenada a 14 anos de prisão em Pouso Alegre

Mulher é acusada de crimes como peculato e destruição de documentos . Ela foi condenada em 1ª instância em Pouso Alegre.

A ex-escrivã do Fórum de Pouso Alegre, Ana Lúcia Monroe Pádua foi condenada a 14 anos e oito meses de prisão. Ana Lúcia foi acusada de peculato, inserção de dados falsos no sistema judiciário e destruição de documentos. A condenação foi expedida na tarde desta segunda-feira (21) em primeira instância pela 2ª Vara Criminal de Pouso Alegre. A ex-escrivã poderá recorrer em liberdade.

Segundo o Ministério público, ao invés de preencher os processos com dados da conta bancária do beneficiado de indenizações ganhas na Justiça, a ex-escrivã colocava o número da própria conta bancária e, em seguida, destruía os processos.

O desvio foi descoberto em 2009, mas segundo a acusação, estaria sendo feito desde 1999.

Para se livrar das acusações, a ex-escrivã chegou a alegar que não estava em seu juízo perfeito à época e por isso cometeu os crimes, mas laudos médicos contestaram a alegação.

Ex-escrivã é condenada em primeira instância a 14 anos e 8 meses de prisão (Foto: Reprodução EPTV)

Ex-escrivã é condenada em primeira instância a 14 anos e 8 meses de prisão (Foto: Reprodução EPTV)

Em maio deste ano, Ana Lúcia também foi condenada em 1ª instância em um processo administrativo. Ela perdeu direito a aposentadoria, e foi sentenciada a devolver cerca de R$ 650 mil que teria desviado de contas judiciais da comarca.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.