PousoAlegrenet

Menu

Dique 2 deve ser reaberta no início da próxima semana

Avenida passa por reparos após autorização do ministério público. Impasse com a Copasa continua. Velocidade permitida no local deverá ser reduzida. Intervenção vai garantir o desafogo do fluxo.

<a class='post_tag' href='http://pousoalegre.net/topicos/dique-2/' >Dique 2</a> passa por reparos.

passa por reparos.

A prefeitura informou que a deverá voltar a receber tráfego até o início da próxima semana. Nesta quinta-feira (15) a avenida começou a passar por reparos, após a Secretaria de Obras obteve autorização do Ministério Público.

Conforme a Secretaria de Obras, os reparos devem durar alguns dias. A via voltará a receber tráfego até o início da próxima semana. A velocidade máxima permitida no local deverá ser reduzida. A intervenção emergencial na pista vai garantir o desafogo do fluxo de veículos na rota Centro-Sul-Sudeste, a mais intensa da cidade. Com o fechamento do , as avenidas Ayrton Senna e Vereador Antônio da Costa Rios ficaram sobrecarregadas.

A via foi interditada pela Secretaria de Transporte e Trânsito em 20 de dezembro, por medida de segurança. Trechos de sua cobertura asfáltica se deterioraram, abrindo buracos que poderiam provocar acidentes. Anteriormente, a Prefeitura já havia realizado algumas obras paliativas no local, mas como a obra foi contratada pela Companhia de Saneamento de Minas Gerais, a , e os problemas persistiram, o município optou por acionar o MP. O órgão recomendou que seja feita uma perícia para apontar a origem das falhas e atribuída responsabilidades.

Segundo a prefeitura, a reforma definitiva da avenida será feita com base no resultado da perícia indicada pelo Ministério Público. Também por conta desta avaliação, os reparos realizados pela Secretaria de Obras não podem promover alterações estruturais na obra. O chefe da pasta, Wellington Serra, assegura que a intervenção vai garantir que os veículos trafeguem com segurança, além disso a via será monitorada constantemente pelas secretarias de Obras e Trânsito.

Cobrança

Desde que os primeiros problemas estruturais na pavimentação começaram a ser identificados, a Prefeitura cobra os reparos da . Diversas notificações foram enviadas à Companhia, que ficou responsável pela execução da obra como parte de um acordo de compensação ao município por atrasos em obras de saneamento e consequentes danos ao meio ambiente. O acerto é resultado de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público em 2009. Segundo este acordo, em forma de multa, a empresa ficaria obrigada a aplicar R$ 22 milhões na construção da avenida.

A Avenida Herbert de Campos está construída sobre o , o barramento antienchente erguido em 2012 para proteger a região do bairro São Geraldo dos alagamentos de verão. Além de selar o dique de contenção, a via é uma das ligações da cidade para as regiões Sul e Sudeste e ajuda a distribuir o fluxo de veículos no trecho mais movimentado do município. Ela se estende por 2,2 quilômetros, da rotatória do Terminal Rodoviário até Rua Major Armando Rubens Storino, entre os bairros Jardim Canadá e Santa Rita.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.