PousoAlegrenet

Menu

Cai número de acidentes e mortes nas rodovias em 2014

O número de acidentes, assim como o de mortos e feridos, nas rodovias do país em 2014 caiu em relação ao de 2013, informa a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em balanço divulgado nesta segunda-feira (9). Os acidentes diminuíram de 186.698, em 2013, para 168.593, em 2014, queda de 9,6%.

Nos acidentes em que houve feridos, a redução foi 3,2%. Nos casos de acidentes com óbito no local, a diminuição apurada chegou a 2,3%. Em números absolutos, o ano de 2014 terminou com 100.396 acidentes envolvendo feridos, em comparação ao de 2013, que registrou 103.752 ocorrências. Em termos de acidentes com registro de óbito, houve 8.227 casos em 2014 e 8.425 em 2013.

A PRF informou ainda que a maioria dos acidentes está relacionados à falta de obediência às leis de trânsito. Das ocorrências que resultaram em mortes, por exemplo, a falta de atenção correspondeu a 32% do total dos casos, enquanto a velocidade incompatível com as normas de segurança nas estradas correspondeu a 20% dos casos. As ultrapassagens indevidas foram apontadas como causa em 12% dos casos.

Os condutores dos veículos (motocicletas e automóveis) representam 57% dos casos de óbitos. O maior número de óbitos ocorre na faixa de condutores entre 25 e 38 anos. Passageiros e pedestres, juntos, somam 43% das mortes.

Os acidentes ocorrem com mais frequência em zonas urbanas: 53%. Quando há mortes, todavia, eles estão mais concentrados nas zonas rurais: 70% dos casos.

Os dados apresentados também indicam que houve um aumento na frota do país. Em 2013, o Brasil contava com pouco mais de 80 milhões de veículos em circulação, número que subiu para 86,7 milhões em 2014. Desde 2003, o aumento do número de veículos chega a 136%.

Ainda de acordo com o balanço, as operações de fiscalização ocorrem com mais frequência às sextas-feiras, aos sábados e domingos.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.