PousoAlegrenet

Menu

Convocados, médicos não comparecem a CPI dos Supersalários

Segundo oficio enviado pelo advogado dos médicos, estes não compareceram devido a impossibilidade do próprio advogado em acompanha-los na data desta quinta-feira (5).

Na tarde desta quinta-feira (05) a Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga a suspeita de irregularidades nos salários pagos a médicos da Rede Municipal de Saúde realizou mais uma reunião. Na ocasião, estavam agendadas as oitivas com os médicos, Maria do Carmo Borges, Wanderclayton Bueno e Ricardo Chácara. Um ofício enviado pelo advogado dos médicos, Denilson Marcondes Venâncio, informou que este estaria em audiência de instrução, previamente designada, impossibilitando o acompanhamento dos médicos pela defesa. Em votação, ficou decidida que a nova data de realização das oitivas será na próxima quinta-feira, 12, a partir das 10 horas.

Médicos não compareceram a CPI

Médicos não compareceram a CPI

Além da definição da nova data das oitivas, os componentes da CPI decidiram em votação a solicitação de demais documentos para análise junto ao Ministério Público e a nomeação de um servidor da Casa de Leis para receber todos os documentos sigilosos referentes à CPI e entregar somente aos membros.

Atualmente a CPI se encontra em sua terceira etapa, fase onde pessoas envolvidas nos casos são ouvidas. A primeira etapa consistia na junção de autos, e a segunda a solicitação de documentos e provas. Na quarta e última etapa, a CPI realiza a conclusão do trabalho.

Formada no dia 2 de junho, a CPI passou por modificações em sua estrutura, e hoje é composta pelos vereadores: Gilberto Barreiro, presidente; Mário de Pinho, secretário; Dulcinéia Costa, relatora; Hamilton Magalhães e Adriano da Farmácia como suplentes.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.