PousoAlegrenet

Menu

Avenida Tenente Anísio precisa de alambrado e calçadas para ser liberada

Anunciada em 2012, embaraço para finalização da obra surgiu quando o Exército exigiu em contrapartida da Prefeitura obras adicionais no local, como o fechamento das laterais. O investimento não estava previsto antes e isso se arrastou e custou mais caro que o previsto.

Via de 700 metros liga Centro ao bairro Yara

Via de 700 metros liga Centro ao bairro Yara

A obra da avenida Tenente Anísio Prado da Fonseca, trecho que liga o bairro Yara ao centro da cidade, depende de obras adicionais para ser liberada ao tráfego de veículos. Nesta semana, foi enviado para Câmara o Projeto de Lei nº 694/2015 para abertura de crédito suplementar (valor de aproximadamente 113 mil reais) para conclusão da obra. O valor, será usado para construção de um alambrado e calçadas, uma exigência do Exército para garantir mais segurança para a área militar. A área pertencia a União e foi transferida para o município para a construção da avenida.

Assim como outros projetos semelhantes, que tratam de abertura de crédito especial, “há a necessidade da aprovação do projeto na Câmara, porque a liberação dos recursos só acontece quando existe uma dotação orçamentária específica para a finalidade a que a verba pretendida se destina” esclareceu o vereador Mauricio Tutty (PROS), líder do prefeito na Câmara. O projeto já foi aprovado em primeira votação na última sessão ordinária do Legislativo.

Os moradores do Yara, e adjacências, agora aguardam o reinício e conclusão da obra, para que finalmente, possam trafegar na avenida com seus veículos.

A AVENIDA

A obra orçada (inicialmente) em 970 mil reais, foi anunciada em julho de 2012.  Projetada para por fim a um problema enfrentado pelos moradores da região que tinham que passar por um estrada de terra para acessar o caminho Centro/Bairro Yara. Apesar de morarem a poucos metros do centro da cidade, os moradores se viam obrigados a atravessar a estrada de terra esburacada, vezes recoberta por poeira, outras tomada por lama, ou acessarem a Marechal Castelo Brando (em frente ao quartel), o que aumentaria o trajeto. Ela teve sua pavimentação concluída em outubro de 2013. Mas, desde então, está fechada para o tráfego de veículos.

De acordo com a Secretaria de Obras, a via tem 700 metros de comprimento por oito de largura. Já as calçadas terão três metros de largura. Os projetos de paisagismo e sinalização viária já estão em desenvolvimento nas pastas de Trânsito e Planejamento Urbano.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.