PousoAlegrenet

Menu

Com 6 mil pessoas, Pouso Alegre faz maior protesto do Sul de Minas

A manifestação foi pacifica e não houve registro de violência. Pouso Alegre levou o dobro de manifestantes as ruas em relação a Varginha.

Foto: Fernando Lima

Foto: Fernando Lima

Milhares de moradores de Pouso Alegre saíram às ruas na manhã deste domingo (15) em protesto contra a presidente Dilma e o atual governo. Segundo cálculos matemáticos realizados pela equipe do pousoalegre.net ainda durante as manifestações, e antes de ouvir a Polícia e a organização, aproximadamente 6 mil pessoas estiveram na manifestação. O número fica entre a estimativa que a Polícia Militar forneceu a uma emissora de TV (4 mil) e a dos organizadores (8 mil). Confira a galeria de fotos.

Foto: Antônio Carlos

Foto: Antônio Carlos

A manifestação teve inicio as 9h da manhã na Praça Senador José Bento, em frente a Catedral Metropolitana da Cidade. Após cantarem o hino nacional e pedirem o impeachment da presidente Dilma, a manifestação seguiu pela Avenida Doutor Lisboa, passando depois pela Avenida Vicente Simões, Rua Nicolau Laraia, Rua Alfredo Custódio de Paula, Rua Bom Jesus, até chegar ao ponto de partida, as 11h. Após chegado ao ponto de partida, os manifestantes se reuniram por pouco tempo em frente a Catedral, e logo se dispersaram, encerrando os protestos. Confira como foi em tempo real.

Durante toda a passeata, houve o canto do hino nacional, assim como gritos contra a corrupção e contra a presidente Dilma Rousseff. Segundo a Polícia Militar, a manifestação foi pacifica e não houve registro de violência.

Pouso Alegre faz o maior protesto do Sul de Minas

Entre todas as cidades do Sul de Minas, Pouso Alegre foi a que levou mais pessoas a rua. Foram 6 mil pessoas, contra 3 mil em Varginha, a segunda com mais manifestantes. Também houve protestos em Poços de Caldas (cerca de 300 pessoas), Elói Mendes (aproximadamente 80 pessoas), Boa Esperança (250 pessoas), Guaxupé (200 pessoas), Lavras (200 pessoas) e São Lourenço (300 pessoas), conforme a Polícia Militar.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.