PousoAlegrenet

Menu

Comércio e indústria da transformação puxam recuo da economia

Economia brasileira recuou 1,6%, resultado puxado por quedas de 6% no comércio e de 7% na indústria da transformação.

Comércio e indústria da transformação puxam recuo da economia

Comércio e indústria da transformação puxam recuo da economia

Os desempenhos negativos do comércio e da indústria da transformação foram os setores que mais contribuíram para a queda do desempenho da economia brasileira no primeiro trimestre deste ano. Na comparação com o primeiro trimestre de 2014, a economia brasileira recuou 1,6%, resultado puxado por quedas de 6% no comércio e de 7% na indústria da transformação.

“O comércio está há quatro trimestres com taxa negativa, pelo comportamento da indústria da transformação, e agora a queda se intensificou, também influenciada pela queda do consumo das famílias. Já na indústria da transformação, toda a indústria automotiva teve queda, inclusive a parte dos automóveis leves, devido à suspensão dos incentivos fiscais e a renda comprometida das famílias. Também houve queda na parte da indústria pesada, de máquinas e equipamentos, influenciado por aumento de juros”, disse a coordenadora de Contas Nacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Rebeca Palis.

Na comparação com o quarto trimestre de 2014, o comércio teve uma queda de 0,4% e a indústria da transformação, um recuo de 1,6%.

A produção e distribuição de eletricidade, gás e água também teve recuos importantes no primeiro trimestre deste ano, nesses dois tipos de comparação: de 4,3% em relação ao trimestre anterior e de 12% em relação ao primeiro trimestre de 2014.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.