PousoAlegrenet

Menu

Projeto MPT na Escola é implementado em Pouso Alegre e região

O Projeto MPT na Escola, desenvolvido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) no Brasil inteiro, está sendo implementado em três cidades do Sul de Minas. No total, serão 29 escolas participantes das áreas urbana e rural, sendo 15 de Pouso Alegre, 6 de Camanducaia e 8 de Cambuí.

De acordo com o procurador do trabalho que coordena o projeto em Pouso Alegre, Paulo Crestana, a expectativa é atingir mais de 3 mil alunos dos três municípios. A premiação, que ainda será definida, irá gratificar os melhores trabalhos a serem produzidos sobre o tema “MPT na Escola: de mãos dadas contra o trabalho infantil”, nas categorias conto/poesia, música, desenho e teatro.

Nos dias 7 e 8 de maio o MPT ofereceu oficina de capacitação para 33 educadores das escolas participantes. A oficina foi realizada no plenário da Câmara dos Vereadores de Pouso Alegre. O gerente nacional do projeto e procurador-chefe do MPT no Ceará, Antônio de Oliveira Lima e o procurador do trabalho Paulo Crestana, ministraram palestras sobre o trabalho da criança e do adolescente e deram dicas de como o assunto pode ser abordado em sala de aula.

Os participantes também assistiram ao filme “Você viu Rosinha?”, que retrata a exploração de uma criança no trabalho infantil doméstico, um grave problema social ainda muito comum no país.

Sobre o MPT na Escola

O programa MPT na Escola é desenvolvido no Brasil inteiro e já mobiliza mais de 2.800 instituições públicas de ensino, em 17 estados do país. O projeto é uma iniciativa do MPT, em parceria com as secretarias estaduais e municipais de Educação, e com a participação dos demais órgãos e entidades do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente. O projeto consiste em ações de conscientização e sensibilização da comunidade escolar e da sociedade em geral sobre os direitos da criança e do adolescente com foco na erradicação do trabalho infantil e na proteção ao trabalhador adolescente.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.