PousoAlegrenet

Menu

12 brincadeiras para as festas juninas

Entre no clima das festas juninas preparando estas brincadeiras.

Imagem: Juliana Dacoregio/ Flickr

Imagem: Juliana Dacoregio/ Flickr

Quadrilha, comidas feitas com milho e brincadeiras tradicionais. Estes são os principais ingredientes das festas juninas. Se a ideia é se divertir muito nesta época, seguem diversas sugestões de atividades para incrementarem os festejos:

Corrida do saco: Cada pessoa entra em um saco grande, que vai até a cintura, e aposta corrida pulando dentro dele, com os dois pés juntos, até a linha de chegada.

Ovo na colher: Cada participante segura a colher com a mão ou com a boca, e põe um ovo cozido nela. Ganha quem chegar primeiro no outro lado sem derrubar o ovo.

Corrida do Saci: São traçadas duas linhas paralelas e distantes uma da outra. Na primeira, os participantes tiram os sapatos e eles são levados para trás da linha de chegada, onde são misturados. Quando é dado o sinal, todo mundo sai pulando com o pé esquerdo até a outra linha. Chegando lá cada um tem que achar e calçar seu sapato e voltar pulando com o pé direito. Vence quem chegar primeiro e estiver calçado de modo correto.

Dança das cadeiras: Faz-se um círculo com as cadeiras e os participantes dançam em volta delas. Quando a música para, todo mundo senta, mas sempre fica alguém em pé, porque tem uma cadeira a menos do que o número de participantes. Quem não consegue sentar sai, e mais uma cadeira é retirada. A dança recomeça e no final ganha quem sentar na última cadeira.

Dança da laranja: Vários casais colocam uma laranja entre as testas e começam a dançar. Os casais devem dançar sem tocar na laranja com as mãos. Se a laranja cair no chão, o casal é desclassificado. A música continua até que fique só um casal.

Correio elegante: Um carteiro fica andando pela festa recolhendo e entregando bilhetes dos casais que estão paquerando.

Carrinho de mão: Esta brincadeira é realizada em duplas. Quem está na frente apoia as mãos no chão e estica as pernas. O parceiro que fica atrás levanta as pernas do que está na frente, e fica entre elas, segurando na altura do joelho. Quando é dado o sinal, as duplas correm, um com os pés e o outro com as mãos. Ganha quem chegar primeiro no outro lado. Quem cair volta para a linha de largada.

Pesca da maçã: Em uma bacia com água coloca-se algumas maçãs. Cada participante coloca as mãos nas costas e tenta morder uma maçã. Quem conseguir ganha um brinde.

Cabo de guerra: Trace uma linha no chão, divida o local do jogo ao meio, e separe os participantes em dois times iguais. Cada grupo fica em fila num lado, segurando uma corda de uns cinco metros de comprimento. O meio da corda deve ficar em cima da linha traçada no chão, e, quando é dado o sinal, os participantes puxam a corda para o seu lado. Vence o grupo que conseguir fazer um participante do outro grupo pisar a linha traçada no chão.

Acerte as argolas: Enche-se garrafas de refrigerante (plásticas e grandes) com água ou areia e aperta-se bem as tampas. Arruma-se as garrafas no chão com pelo menos um palmo de distância entre elas. Faz-se uma linha de arremesso a cerca de 1,5 metros de distância. Cada participante recebe cinco argolas (ou pulseiras), para fazer cinco tentativas. Vence quem deixar mais argolas presas nos gargalos das garrafas.

Boca do palhaço: Desenha-se numa cartolina o rosto de um palhaço com uma boca bem grande. Recorta-se a boca. Coloca-se o desenho sobre uma grande caixa de papelão (sem tampa) e, com um lápis, marca-se o local onde irá ficar a boca. Recorta-se esse local e depois cola-se o rosto do palhaço na caixa. Cada participante recebe três bolinhas de borracha, para fazer três tentativas. Vence quem acertar mais bolinhas. Nota: As bolinhas podem ser feitas com meias. Basta encher a ponta de cada uma delas com jornal, até que fiquem redondas e durinhas, depois, é só dar um nó.

Pescaria: Recorta-se os peixes em cartolina colorida. Faz-se um corte no lugar da boca do peixe e prende-se um clipe ali (parecerá uma argola). Faz-se varas de pescar amarrando um barbante em cada vareta. Depois, na outra ponta do barbante amarra-se um outro clipe aberto na lateral. O clipe quando aberto tem o formato de gancho, como um anzol. Espeta-se os peixes numa grande bacia (ou banheirinha plástica) com areia. Cada participante pode fazer três tentativas. Vence quem pescar mais peixes.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.