PousoAlegrenet

Menu
Home » Educação » Especial Publicitário

Curso de Engenharia de Produção da FAI forma engenheiros empreendedores e pró-ativos

Informe FAI – Muito mais que planejar, projetar e gerenciar sistemas organizacionais que envolvem recursos humanos, materiais, tecnológicos, financeiros e ambientais de uma empresa, atribuições comuns de um engenheiro de produção. O curso de Engenharia de Produção da FAI vai além.

Um diferencial do curso é a formação empreendedora que já caracteriza os cursos FAI, onde o aluno tem oportunidades para desenvolver competências e habilidades importantes como criatividade, flexibilidade, espírito crítico, iniciativa, tomada de decisão e atuação em equipes multidisciplinares.

Outra inovação é a implantação do PIE – Programa Integrado de Engenharia na grade curricular do curso. Por meio do Programa, que é interdisciplinar, os alunos, já nos primeiros semestres do curso, vivenciam a realidade da empresa, seja no estudo de problemas na área de processos industriais ou na resolução deles, dependendo do grau de estudo em que se encontram.

Outros destaques importantes do curso é o foco na “produção limpa”, baseada em conceitos e princípios ambientalmente sustentáveis e a oportunidade do aluno se envolver em projetos de iniciação científica e fazer parte do GEAEP – Grupo de Estudos Avançados em Engenharia de Produção.

O curso da FAI também se destaca na infra-estrutura oferecida. Além de possuir um moderno laboratório de Ciências Exatas, é o primeiro curso de Minas Gerais a implantar um laboratório de Engenharia de Produção baseado em simulação e modelagem com Lean Board Game e o software FlexSim.

A empregabilidade para o engenheiro de produção está em ascenção. De acordo com a coordenadora do curso, Profa Dra Sandra Carvalho, o curso se coloca como um dos que mais abre portas no mercado de trabalho atual, por capacitar o aluno e tratar de forma abrangente as questões fundamentais para a sobrevivência das organizações, como a otimização dos processos e a qualidade dos produtos, de forma a agregar valor à cadeia logística das empresas e dos negócios, considerando não só aspectos econômicos, mas também os ambientais e humanos.

O profissional com boa formação tem espaço garantido no mercado de trabalho e pode atuar em diversas áreas como Engenharia de Processos, da Qualidade e de Produtos; Engenharia Ambiental e de Segurança; Gestão de Projeto, Financeira e Tecnológica, Administração, docência e pesquisa.

Título: Bacharel em Engenharia de Produção
Duração: 5 anos
Período: diurno e noturno
Vestibular FAI 2016: inscrições abertas no site da FAI (www.fai-mg.br) até 11 de novembro; para aproveitamento da nota do Enem, as inscrições deverão ser efetuadas até 6 de novembro; provas dia 14 de novembro na parte da manhã, em Santa Rita do Sapucaí, Pouso Alegre e Itajubá.

Com a palavra, os alunos da Engenharia de Produção

Camila de Cássia Pelegrino, 4º período do curso de EP, de Santa Rita do Sapucaí. Foto: Divulgação FAI

Camila de Cássia Pelegrino, 4º período do curso de EP, de Santa Rita do Sapucaí. Foto: Divulgação FAI

“Sempre me identifiquei com a área de exatas, mas não queria nada voltado à eletrônica ou telecomunicações. Quando abriu o curso de Engenharia de Produção na FAI me identifiquei na hora.  Acredito que os pontos fortes, sem dúvida, são o comprometimento da Faculdade com os alunos, a seriedade e interesse dos professores. Aqui na FAI você tem total abertura para se expressar e isto é muito importante, ainda mais em um curso novo. Acho cedo para dizer qual área vou seguir, pois ainda tenho muita matéria nova pela frente, mas por enquanto gosto bastante da área de Gestão de Custos.”

Camila de Cássia Pelegrino, 4º período do curso de EP, de Santa Rita do Sapucaí

Dhiego Silva Cunha, aluno do 2º período de EP, de Pouso Alegre. Foto: Divulgação FAI

Dhiego Silva Cunha, aluno do 2º período de EP, de Pouso Alegre. Foto: Divulgação FAI

“Quando vi um outdoor de divulgação do vestibular FAI em Pouso Alegre, decidi  tentar uma vaga no curso deEngenharia de Produção. Fazer engenharia já era um desejo desde o colegial. Já no  primeiro ano, as ferramentas que aprendemos em sala de aula, colocamos em prática por meio do PIE – Programa Integrado de Engenharia, quando estudamos um problema real dentro da empresa.

O corpo docente é excelente com professores comprometidos. Os conteúdos das disciplinas são densos, o que requer muito estudo.  Eu indico o curso FAI!”

Dhiego Silva Cunha, aluno do 2º período de EP, de Pouso Alegre

Mayra Vilas Boas Silva, aluna do 2º período de EP, de Pedralva. Foto: Divulgação FAI

Mayra Vilas Boas Silva, aluna do 2º período de EP, de Pedralva. Foto: Divulgação FAI

“Minha mãe estudou Pedagogia aqui, então eu já gostava da FAI.  Passei em outra faculdade também, mas optei estudar aqui pelo conceito da Faculdade. Cito como ponto forte do curso o alto nível dos professores e o tratamento especial que dão aos alunos. Para todas nossas dúvidas, eles têm respostas.  A coordenadora do curso é dedicada e atenciosa. Durante este ano, evoluí bastante. Quanto ao meu futuro profissional, pretendo atuar na área de produção.”

Mayra Vilas Boas Silva, aluna do 2º período de EP, de Pedralva

Mateus Diogo Lopes, aluno do 4° período de EP, de Borda da Mata. Foto: Divulgação FAI

Mateus Diogo Lopes, aluno do 4° período de EP, de Borda da Mata. Foto: Divulgação FAI

“Até o momento, o curso vem me surpreendendo positivamente dia após dia. A Engenharia de Produção é uma área extremamente abrangente, fornecendo várias opções de atuação no mercado. O curso não é fácil, pelo contrário, exige bastante comprometimento. Considero o ponto mais forte do curso, a proximidade com todo o corpo docente. Não é necessário nenhum esforço para conseguir ajuda, opiniões ou até mesmo uma simples reunião com os professores ou com a coordenadoria. A vida acadêmica de cada aluno é acompanhada de perto. Sem dúvidas esse é o maior diferencial da FAI. Só tenho a agradecer pelas oportunidades a mim apresentadas e dizer o quanto estou satisfeito, tanto com o curso, quanto com a instituição em si.”

Mateus Diogo Lopes, aluno do 4° período de EP, de Borda da Mata

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.