PousoAlegrenet

Menu

Flamengo vence Sport e fica com o título da Copa COE

Jogadores do Flamengo comemoram o título inédito da <a class='post_tag' href='http://pousoalegre.net/topicos/copa-coe/' >Copa COE</a> - Série Ouro.  Foto: Carlos Manoel / Ascom <a class='post_tag' href='http://pousoalegre.net/topicos/copa-coe/' >Copa COE</a>

Jogadores do Flamengo comemoram o título inédito da – Série Ouro. Foto: Carlos Manoel / Ascom

Os torcedores comparecem em peso ao estádio municipal Capitão Nelson Massafera, na tarde deste domingo (4), para acompanhar mais uma decisão do maior torneio de futebol amador do interior de Minas Gerais, a . De um lado o Flamengo, do outro o Sport São João. Clássico, que terminou com festa rubro-negra. Após dois vices, o Flamengo bateu o seu adversário por 2 a 1, de virada, e se sagrou campeão.

Emoção até o fim

O duelo começou eletrizante. Empurrados por suas torcidas, as equipes não demoraram para chegar ao ataque. O Flamengo arriscava chutes de média distância, enquanto o Sport São João explorada uma de suas melhores jogadas, a bola aérea. E foi justamente em um desses lances, que a equipe comandada pelo técnico Guina abriu o placar. Aos seis minutos, Bruninho cobrou falta na área e o zagueiro Gabriel subiu para tocar a bola para o fundo da rede.

Lucas cobra o pênalti e iguala o placar para o Flamengo. Foto: Carlos Manoel / Ascom <a class='post_tag' href='http://pousoalegre.net/topicos/copa-coe/' >Copa COE</a>

Lucas cobra o pênalti e iguala o placar para o Flamengo. Foto: Carlos Manoel / Ascom

A alegria do Sport São João durou alguns minutos apenas, pois o Flamengo foi para cima em busca do empate e conseguiu aos 18 minutos. Matheus Pelézinho, um dos destaques rubro-negro no campeonato, invadiu a área e acabou sendo derrubado por Gabriel. Pênalti marcado pelo árbitro Fábio Martins, o Fuscão. Na cobrança, Lucas bateu forte, no alto, sem chance para o goleiro Tiziu.

A partir daí, o duelo passou a se concentrar mais no meio de campo. Porém, com a boa marcação de ambos os lados, o número de passes errados aumentou. Para chegar à frente, os treinadores tentaram mudar o estilo de jogo das equipes. O Flamengo passou a fazer longos lançamentos para seus atacantes, enquanto o Sport São João começou a explorar os lados do campo. Apesar das chances criadas, o empate persistiu até o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, Benilson deu lugar a Pablo no Flamengo. Com isso, Matheus Pelézinho avançou e passou a jogar ao lado de Claytão, que estava isolado na primeira etapa. A mudança deu resultado, pois os rubro-negros começaram a chegar com mais perigo. Tiziu foi obrigado a trabalhar bastante. O camisa 12 do Sport São João fez grandes defesas e evitou a virada do Flamengo no início do segundo tempo.

O Sport São João por sua vez, demorou a atacar. Bruninho pelo lado direito e Tchoquinho pelo lado esquerdo estavam bem marcados e a equipe não conseguiu levantar bolas na área. Dessa maneira, Fabiano Miquimba, teve que sair, mas acabou sendo bem marcado pelo volante Du. O capitão rubro-negro não deu espaço para o atacante adversário, que ao contrário do que aconteceu durante o campeonato, pouco fez na decisão.

Sem sustos atrás, o Flamengo teve tranquilidade para armar suas jogadas no ataque, mesmo com a proximidade do final da partida e a pressão da torcida. Aos 39 minutos, Matheus Pelézinho recebeu no meio, tocou para Claytão, que protegeu a bola e rolou para William bater da entrada da área. O chute forte mandou a bola no canto esquerdo do goleiro Tiziu, que pulou e não alcançou. Era o gol da virada, o gol do título do Flamengo.

Troféu de campeão da <a class='post_tag' href='http://pousoalegre.net/topicos/copa-coe/' >Copa COE</a> - Série Ouro é entregue pelo presidente da COE, Clovis Massafera, ao capitão do Flamengo, Du.  Foto: Carlos Manoel / Ascom <a class='post_tag' href='http://pousoalegre.net/topicos/copa-coe/' >Copa COE</a>

Troféu de campeão da – Série Ouro é entregue pelo presidente da COE, Clovis Massafera, ao capitão do Flamengo, Du. Foto: Carlos Manoel / Ascom

Festa dentro e fora do estádio municipal Capitão Nelson Massafera. Depois de nove edições, dois vices seguidos, os rubro-negros puderam gritar é campeão. A emoção tomou conta dos jogadores e comissão técnica, que puderam homenagear Serginho, ex-zagueiro e capitão da equipe, falecido ano passado. Além do troféu e medalha, o Flamengo ainda teve o melhor jogador do campeonato, William, e o melhor goleiro, Juninho.

“Só tenho que agradecer a todos. Foi lindo, maravilhoso e merecedor. Ganhamos um título que estávamos esperando há nove anos. E depois de duas finais onde fomos derrotados nos pênaltis, conseguimos enfim chegar ao tão sonhado título. Valeu galera. Estaremos sempre juntos”, disse o jogador, técnico e presidente do Flamengo, Marcelo Maia de Souza, o Marcelão, que se emocionou bastante após a conquista rubro-negra.

Jogadores com a taça de campeão da <a class='post_tag' href='http://pousoalegre.net/topicos/copa-coe/' >Copa COE</a> de Futebol Amador - Série Prata.  Foto: Carlos Manoel / Ascom <a class='post_tag' href='http://pousoalegre.net/topicos/copa-coe/' >Copa COE</a>

Jogadores com a taça de campeão da de Futebol Amador – Série Prata. Foto: Carlos Manoel / Ascom

SÉRIE PRATA – Canarinho goleia e é campeão

Sem sustos. Foi assim que o Canarinho se sagrou campeão da de Futebol Amador – Série Prata. Na decisão, disputada na tarde deste sábado (3), no estádio municipal Capitão Nelson Massafera, a equipe da cidade de Turvolândia venceu o São Benedito, de Borda da Mata, por 5 a 1 e ficou com o título. Ao todo o Canarinho disputou sete jogos, sendo seis vitórias e um empate, marcou 45 gol e sofreu apenas 10.

O primeiro gol da decisão saiu logo aos 12 minutos, com o artilheiro Matheus. O meia recebeu na intermediária e arriscou, mandando a bola no canto. Cinco minutos depois, em jogada parecida, John recebeu passe no meio de campo, carregou a bola e bateu de longe. O chute rasteiro não saiu tão forte, mas o goleiro Rafael acabou deixando a bola passar sob suas pernas. Falha do camisa 1 do São Benedito.

A equipe de Borda da Mata acabou sentindo os dois gols e não conseguiu reagir na primeira etapa. No segundo tempo, após muita conversa entre comissão técnica e jogadores durante o intervalo, o São Benedito voltou com outra postura. Aos nove minutos, o atacante Félix, que tinha acabado de entrar no jogo, pegou a sobra na cobrança de falta e diminuiu a desvantagem no placar.

O gol animou o São Benedito, que foi para cima do Canarinho. No entanto, a pressão durou pouco e não deu resultado, pois aos 23, Douglas foi expulso. Com um a menos, a equipe de Borda da Mata não conseguiu seguir à frente e ofereceu espaço para o adversário. Matheus, em duas jogadas de contra-ataque construiu a goleada. Primeiro aos 27, depois aos 31. Antes do apito final, aos 39, Edson fechou o marcador: 5 a 1, Canarinho campeão.

Além do troféu e medalha, a equipe de Turvolândia levou a premiação de artilheiro, com Matheus, autor de 16 gols em todo o campeonato, e melhor goleiro, com José Roberto. Canarinho, São Benedito, Guarani, do Chaves, e Libertha, de Itajubá, vão disputar a – Série Ouro em 2016. Eles vão substituir Napoli, Ponte Preta/Portugal, Corinthians/Ratatá e Juventus FA, rebaixados este ano.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.