PousoAlegrenet

Menu

Perfis do Legislativo: Entrevista com Airton Zorzi

A série Perfis do Legislativo é uma parceria da Coordenadoria de Comunicação da Câmara de Vereadores com os veículos de comunicação de Pouso Alegre. Seu objetivo é estreitar o relacionamento dos pouso-alegrenses com os seus representantes, prestando contas do trabalho dos vereadores, apresentando suas ideias e pontos de vista. A seguir, a entrevista número 2

Airton Zorzi

Airton Zorzi

Raio X

Projetos de Lei: 8 projetos de lei de 2013 a 2015

Destaques:
Voto contrário à extinção da bolsa de estudos.
Autor do Projeto “Portal Transparência para concessionárias de Serviços Públicos”.
Autor do Pré Projeto de Lei que dispõem sobre a implantação de faixas exclusivas para ônibus em horários de picos e determina outras providências.

Indicações: 220 de 2013 a 2015

Ofícios: Média de 231 ofícios encaminhadas aos secretários das respectivas pastas do poder executivo, normalmente solicitando demandas voltadas a e área da saúde, educação trânsito, entre outras.

Entrevista

1-Do seu ponto de vista, qual é hoje o maior desafio do Legislativo em Pouso Alegre?

Acredito que com o crescimento acelerado que temos acompanhado em nosso município nos últimos anos, o desafio enfrentado pelo Poder Legislativo aumentará cada dia mais, pois a função desse é legislar, levando em conta o bem-estar e a justiça social de toda uma comunidade. Portanto, é necessário que se observe, atenciosamente, como as leis criadas por nós, representantes do povo, irão atingir diretamente a vida da população, de modo que em nenhum momento essas venham para prejudicá-la.

Deve-se observar, atentamente, como as nossas atitudes e debates no parlamento estão se refletindo na sociedade, se estão rendendo frutos e desenvolvimentos para o município, pois fomos escolhidos para que os anseios de grupos ideológicos estejam aqui representados.

É dever do vereador acompanhar de perto o resultado que o trabalho desenvolvido dentro dos gabinetes tem-se executado nas ruas, pois de nada adiantará desenvolver letras de lei perfeitas e eficazes apenas no papel quando, na vida prática, essas não funcionam e não são passíveis de aplicação.

Tem-se também, como desafio fundamental, aproximar a população às decisões políticas, pois observa-se que o eleitor tem exercido a cidadania apenas no dia do voto, prática essa que torna-se preocupante no mundo atual.

É necessário portanto, implantar uma democracia participativa conciliada com a representativa, onde o cidadão frequenta os espaços de debate, sugere projetos de lei, para que assim possa conhecer mais sobre as deliberações que estão sendo tomadas, dentre outros meios de participação.

Por isso acredita-se que a instituição por excelência da democracia local deve ser o Poder Legislativo Municipal, sendo esse o caminho mais estreito para efetivar a participação popular, onde os problemas e as soluções estão mais próximos dos cidadãos.

2- Como o Legislativo pode contribuir para garantir o desenvolvimento sustentável e o crescimento ordenado da cidade?

Podemos ver que Pouso Alegre é a menina dos olhos do Sul de Minas Gerais. É evidente o seu crescimento dia após dia, mas, ao mesmo tempo, isso nos traz uma enorme preocupação, a de um desenvolvimento saudável tanto para economia quanto para a vida social. Por isso é necessário que Legislativo e o Executivo estejam a todo tempo atentos, não deixando que isso aconteça de maneira desordeira.

Para que haja um crescimento de qualidade deve-se investir em novos complexos habitacionais, saúde de qualidade, educação que propicie um futuro promissor aos nossos jovens. Sendo o papel do vereador essencial para que isso aconteça, pois é de dentro da Casa Legislativa que saem projetos ligados a todas as áreas de desenvolvimento de nosso município. Também é nossa função implantar as diretrizes do Plano Diretor, pois é através desse que as ações dos agentes públicos e privados são estabelecidas e onde encontra-se o princípio para nortear um crescimento ordenado.

3- Qual o maior legado do seu mandato?

Desde o começo do meu mandato sempre priorizei defender a essência da família, do ambiente sadio para nossas crianças e a educação ligada aos princípios Cristãos. Resultado disso foi a supressão do termo “Ideologia de Gênero”, na votação do Plano Municipal de Educação.

Acredito que o maior legado que um representante do povo pode ter é lutar pelos ideais ao qual seu eleitorado lhe confiou, é por esse motivo que jamais deixarei de buscar meios para que os conflitos e problemas enfrentados pelas populações carentes sejam solucionados.

4- De que forma o sr. acredita que os vereadores podem se aproximar e interagir de maneira direta com a população?

Assim como já dito, é função primordial do vereador a aproximação entre povo e Instituições de poder, para que isso aconteça há diversos meios que podem e devem ser implantados, como incentivo à criação de Leis de Iniciativa Popular, Tribuna Livre, Ouvidoria Legislativa, a visita da população aos Gabinetes dos Vereadores, Sessões Ordinárias, Sessões Itinerantes, Audiências Públicas, Escola do Legislativo com a instituição de vereadores jovens e mirins, dentre muitos outros. Para isso é necessário uma Câmara Municipal empenhada nesse tipo de atividade.

Como vereador, procuro sempre ter um contato próximo com a população, sempre aberto a receber as demandas e transtornos enfrentados. Recebo muitos pedidos por telefone, pessoalmente e no gabinete, para que sejam resolvidos problemas que atingem diretamente a população, então, através de Indicação, solicitamos ao Poder Executivo que seja feito os reparos necessários, como operação tapa-buracos, poda de árvores, limpeza e capina em praças, o problema de lixo nos bairros, entre outros. Não reduzindo ao simples pedido, mas acompanhando de perto se esses serviços estão sendo executados e levando respostas àqueles que nos enviam as demandas.

5- Tem mais algum projeto importante a ser desenvolvido até o final do seu mandato?

Ao longo do mandato foram propostos diversos Projetos de Lei que beneficiam a população de Pouso Alegre, como o Portal da Transparência, Implantação de Faixas exclusivas para ônibus, Restaurante Popular, dentre outros.

Temos estudado a viabilidade para proposta de novos projetos, como a marcação de exames médicos no prazo de 30 dias, pois é evidente a demora para esse procedimento, sendo, em muitos casos, necessário caráter emergencial, em que a demora para realização de exames coloca em risco a saúde e a vida de pessoas.

Em nosso gabinete temos recebido diversas demandas da população que, com certeza, em breve, se tornarão projetos de grande relevância para o nosso município.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.