PousoAlegrenet

Menu

Após obra e alagamento, comerciantes pretendem ir a justiça contra Prefeitura de Pouso Alegre

Prefeitura teria garantido que obra resolveria problema, mesmo com questionamentos dos comerciantes. Eles reclamam dos prejuízos durante a obra, que para eles acabou sendo em vão.

Comerciante tenta proteger loja de ser alagada pela chuva.

Comerciante tenta proteger loja de ser alagada pela chuva.

Após os alagamentos desta quarta-feira (17) em Pouso Alegre, comerciantes das ruas Comendador, Bom Jesus, e Monsenhor Dutra estão ainda mais indignados com as obras de ampliação das galerias pluviais. Agora, eles pretendem entrar na justiça contra a Prefeitura.

Segundo o dono de uma oficina mecânica, os comerciantes questionaram que a obra não daria resultado, mas a prefeitura teria garantido que a obra resolveria o problema:

“Em reunião dos comerciantes na Acipa, com engenheiros da empresa, técnicos e representantes da prefeitura, nós questionamos que essa obra não daria resultado. Mas eles bateram na tecla que iam fazer por que tinha como eliminar o problema. E que após a obra pronta, jamais iria inundar algum carro. Só gastaram dinheiro e fizeram sabendo que não ia dar certo. E aqui para nós só piorou. Eles ligaram o esgoto da oficina na rede pluvial. Ontem encheu aqui. A água da rede pluvial inundou a oficina inteirinha pelo ralo do esgoto. Onde que tem projeto, estudo, analise, pra não ter resultado?” afirmou Adilson.

Carro foi inundado.

Carro foi inundado.

Ainda segundo Adilson, todos os comerciantes das ruas estão querendo entrar na justiça: “Aqui na rua todos estão querendo entrar na justiça. Todos foram prejudicados. Estou a mais de cinco meses fechado, pagando aluguel, sem poder trabalhar. Chega na hora de trabalhar, dá um transtorno violento desses.”.

Para os comerciantes, que alegam terem perdido clientes, mas mesmo assim aguardado com paciência esperando as melhorias, o sentimento é de muita revolta. É o que conta o fisioterapeuta Rodolfo Lopes:

“É triste a situação. Obras e mais obras sendo realizadas para melhoria da cidade, e é esse o resultado da belíssima [ironia] obra feita durante 4 meses. 4 meses esses que, nós que temos comércio na Rua Monsenhor Dutra, fomos prejudicados pela obra, perdendo pacientes, perdendo clientes e assim por adiante. Ficamos quietos e trabalhamos nesses 4 meses como podíamos para não fechar as portas do estabelecimento. Tudo em prol da melhoria do local. Mas hoje (16), me deparo com essa situação[alagamento]! Uma vergonha. Milhões investidos para nada. Simplesmente nada! E agora prefeitura de Pouso Alegre??? Como ficamos? E nosso prejuízo???” desabafou o fisioterapeuta.

Anunciada pela prefeitura como o fim dos problemas de alagamento nas ruas citadas, as obra de ampliação das galerias pluviais duraram quase 5 meses. As vias ficaram fechadas para o trânsito durante boa parte do tempo da obra. Segundo divulgado anteriormente pela prefeitura, cerca de R$ 3,5 milhões de reais foram investidos. A prefeitura alega que a chuva de quarta-feira (16) foi muito forte e que estuda novas medidas para evitar o alagamento.

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.