PousoAlegrenet

Menu

Perfis do Legislativo: Vereador Braz Andrade

A série Perfis do Legislativo é uma parceria da Coordenadoria de Comunicação da Câmara de Vereadores com os veículos de comunicação de Pouso Alegre. Seu objetivo é estreitar o rela-cionamento dos pouso-alegrenses com os seus representantes, prestando contas do trabalho dos vereadores, apresentando suas ideias e pontos de vista. A seguir, a entrevista número 3:

Vereador <a class='post_tag' href='http://pousoalegre.net/topicos/braz-andrade/' >Braz Andrade</a>. Foto: Ascom Câmara

Vereador . Foto: Ascom Câmara

Um autêntico boa praça, o vereador dos Santos Neto, ou simplesmente Braz, é aos 26 anos, o mais jovem político da atual legislatura da Câmara Municipal de Pouso Alegre. Nasceu e cresceu em um dos bairros mais humildes da cidade, o São Geraldo. Ganhou notoriedade na região a partir de uma série de ações sociais. Trabalhou no Clube do Menor por três anos. Organizador de famosos eventos de futebol amador, seus campeonatos tinham a particularidade de trocar as inscrições das equipes participantes por cestas básicas, mais tarde revertidas para a comunidade.

Seus almoços comunitários, festas de Natal e de Dia das Crianças já são conhecidos das comunidades carentes. Filho de Regilene de Fátima Inácio e João Roberto de Andrade, Braz é casado com Aline Moura Barboni de Andrade. Na entrevista a seguir, ele cobra mais participação popular na Câmara, prega a aproximação entre vereador e comunidade como condição necessária ao bom exercício da vereança e avalia como o Legislativo pode dar sua contribuição para garantir o desenvolvimento sustentável e ordenado. Confira:

Do seu ponto de vista, qual é hoje o maior desafio do Legislativo em Pouso Alegre?

: “O maior desafio é conscientizar a população sobre as funções exercidas pela Câmara Municipal e a importância do Legislativo para a cidade. Grande parte das pessoas não sabe quais são os deveres do vereador. Isso gera certa confusão, pois a população acaba acreditando, por exemplo, que o vereador realiza obras, quando na verdade isso é função do prefeito municipal. As pessoas precisam acompanhar as sessões ordinárias, audiências públicas e conhecer as decisões tomadas pelos vereadores e desta forma propor e cobrar melhorias para o município.”

Como o Legislativo pode contribuir para garantir o desenvolvimento sustentável e o crescimento ordenado da cidade?

B.A.: “O Legislativo exerce essa contribuição quando o vereador ouve a população sobre as demandas do município e cobra, do Poder Executivo, as providências necessárias. Quando o vereador fiscaliza os atos do prefeito municipal ele também contribui para que determinada obra seja realizada para trazer benefícios à população. O vereador que vota, de forma consciente, os projetos de leis que visam o bem do povo, também colabora com o desenvolvimento da cidade.”

Qual o maior legado do seu mandato?

B.A.: “É trabalhar de forma honesta e sempre em prol da população de Pouso Alegre, cobrando sempre as melhorias que a nossa cidade precisa, estar atento aos anseios de cada comunidade.”

De que forma o sr. acredita que os vereadores podem se aproximar e interagir de maneira direta com a população?

B.A.: “A principal forma é ir até as pessoas, visitar os bairros, conhecer as demandas apresentadas pelos moradores e levá-las ao conhecimento da prefeitura, pois somos os representantes da população. Desde que assumi o mandato de vereador, em 2013, tenho esse compromisso de visitar os bairros e conversar diretamente com os moradores, além do atendimento no gabinete.”

Tem mais algum projeto importante a ser desenvolvido até o final do seu mandato?

B.A.: “Possuo vários projetos até o fim do mandato, alguns já em fase de estudos e outros sendo trabalhados, podendo ser apresentados ainda este ano ou em 2016.”

Raio X Braz de Andrade

Proposições de maior relevância:

Lei Municipal Nº 5574/2015 que proíbe substituir o troco em dinheiro por mercadorias ou similares. A lei foi sancionada em maio e os estabelecimentos comerciais de Pouso Alegre terão o prazo de 90 dias, a partir da publicação da lei, para se adequarem. Balas e doces, por exemplo, não podem ser usados como troco e o comerciante tem que arredondar o valor da mercadoria, para baixo, até que seja possível voltar o troco.

Indicações, desde 2013, solicitando obras de infraestrutura para o bairro São Geraldo, como construção de galerias pluviais, redes de água e esgoto, canalização de esgoto a céu aberto e sinalização de trânsito principalmente na Avenida Vereador Antonio da Costa Rios, com instalação de faixas elevadas para pedestres.

Número de Projetos e Indicações:
Projetos de Leis: 14
Indicações: 112

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.