PousoAlegrenet

Menu

Alagamento gera prejuízo em Pouso Alegre

Segundo Prefeitura, choveu quase 90 mm na noite desta quarta-feira (23). No Centro, lojas foram invadidas pela água e mercadorias foram perdidas.

Rua Bom Jesus ficou alagada.

Rua Bom Jesus ficou alagada.

Depois da chuva que atingiu a região na noite desta quarta-feira (23), a manhã desta quinta-feira (24) foi de faxina em muitas casas e lojas de Pouso Alegre (MG). Segundo a Defesa Civil, além do Centro, os bairros Faisqueira, Xangrilá, Jardim América, Recanto dos Fernandes e Vale das Andorinhas foram os mais afetados.

“Especialmente no Xangrilá, moradores de pelo menos 20 casas perderam vários móveis”, disse o coordenador da Defesa Civil, Jean Williams.

Onda gerada por ônibus alaga e causa prejuízo em ótica na R. Comendador. Imagem: Reprodução EPTV

Onda gerada por ônibus alaga e causa prejuízo em ótica na R. Comendador. Imagem: Reprodução EPTV

Graça Marques estava em uma lanchonete da Rua Comendador José Garcia, no Centro, junto com a filha quando a porta do estabelecimento cedeu à força da água. “Eu estava com a minha filha. Começou a encher e, quando o ônibus passou, [a força da água] levou o portão para dentro”, contou a EPTV.

Na ótica onde Bruna Fernanda da Silva trabalha, na mesma rua da lanchonete, a enxurrada que se formou com a passagem de ônibus estragou produtos. “Muita água. Chegou a entrar nas gavetas. Foi muito triste pra gente”, diz.

A dona de casa Maria Aparecida Pereira está preocupada. No trecho onde mora, entre as ruas Bom Jesus e Comendador, obras de reforma da galeria pluvial foram concluídas recentemente, mas os alagamentos não acabaram. “A gente esperava que com a obra fosse melhorar a situação. Parece que piorou”, lamenta.

Rua Monsenhor Dutra também ficou alagada.

Rua Monsenhor Dutra também ficou alagada.

Tromba d’água

De acordo com o secretário de Obras, Virgílio Morais Rennó, os alagamentos aconteceram pelo excesso de chuva e não por falha na reforma. “Em duas horas choveu quase 90 milímetros. Foi uma tromba d’água. Caiu de uma vez e a água corre para a baixada”, explica.

Ainda conforme o secretário, a passagem de ônibus do transporte público pelas ruas alagadas agravou o problema, fazendo com que a água entrasse nas lojas. Ele disse que a concessionária do serviço será notificada.

Em nota, a diretoria da concessionária Princesa do Sul informou que o trajeto dos ônibus foi alterado conforme os motoristas foram descobrindo que havia o alagamento. A concessionária também declarou que um dos veículos da empresa foi apedrejado quando passava pela região e que o nível da água já estava baixo. Um boletim de ocorrência seria registrado ainda nesta quinta-feira.

(com informações da EPTV/G1)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.