PousoAlegrenet

Menu

Policiais suspeito de propina em Pouso Alegre são levados para Casa de Custódia

Eles foram presos em flagrante no momento em que o dinheiro da propina seria entregue. Advogados dizem ter vídeo e áudio das conversas.

Delegado e investigador foram presos suspeitos de pedir propina em Pouso Alegre. Imagem: Reprodução EPTV

Delegado e investigador foram presos suspeitos de pedir propina em Pouso Alegre. Imagem: Reprodução EPTV

Um delegado e um investigador da Polícia Civil de Pouso Alegre foram presos e levados para a casa de custódia de Belo Horizonte (MG) nesta quarta-feira (2). Os dois são suspeitos de cobrar R$ 50 mil em propina para facilitar’ uma investigação de homicídio ocorrido no dia 15 de fevereiro em Pouso Alegre.

A denuncia foi feita por dois advogados que dizem ter registrado em áudio e vídeo as conversas na delegacia da cidade: “O delegado nos pediu um valor para nos beneficiar. Não aceitamos”, contou a EPTV o advogado Marcos Freire junto com o colega Gleydson Lopes.

Na tarde desta quarta-feira (2), o flagrante foi feito no momento em que o dinheiro da propina seria entregue. Outros dois policiais civis também são apontados como integrantes do esquema. Durante a noite, vítimas e suspeitos foram ouvidos.

Por meio de nota, a assessoria da Polícia Civil apenas confirmou que a corregedoria cuida do caso e que o delegado Erasmo Kennedy de Carvalho, de 45 anos foi encaminhado para Belo Horizonte junto com o investigador Abel Caetano Filho, de 39 anos. Nenhum representante dos dois suspeitos foi localizado para falar sobre as acusações até essa publicação.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.