PousoAlegrenet

Menu

Editorial: Pouso Alegre completa 5 anos sem lixeiras nas ruas

Mudança até hoje não é bem aceita pela população, que reclama do lixo espalhado pelo chão e dos problemas da coleta.

Lixo chegou a ficar acumulado até em frente a Pronto Socorro.

Lixo chegou a ficar acumulado até em frente a Pronto Socorro.

Pouso Alegre completou neste mês de abril cinco anos desde que a Prefeitura Municipal resolveu retirar as lixeiras das ruas. Sem as lixeiras, a prefeitura passou a solicitar que a população coloca-se o lixo nas ruas apenas próximo ao horário de coleta.

Cachorros mexendo no lixo em Pouso Alegre

Cachorros mexendo no lixo em Pouso Alegre

Porém, cinco anos se passaram, e a mudança até hoje não é bem aceita pela população. O lixo fica jogado na rua, esperando a coleta, que na maioria das vezes atrasa. Enquanto isso, animais de rua, como cachorros e cavalos, mexem nas sacolas, e esparramam o lixo pela calçada. Entre o período de descarte e o de coleta, muitas vezes acontecem chuvas, que arrastam o lixo pelas ruas, e além da sujeira, pode causar o entupimento das bocas do esgoto.

Sempre que há uma inundação em ruas, mesmo naquelas que passaram pela tal ampliação das galerias pluviais, a prefeitura alega que a população deveria ter mais consciência, em uma clara tentativa de desviar o foco do real problema e jogar a responsabilidade na população.

Lixo que esta boiando foi colocado no horário correto (a partir das 18h). Foto foi tirada depois das 21h.

Lixo que esta boiando foi colocado no horário correto (a partir das 18h). Foto foi tirada depois das 21h.

Para piorar, os horário fornecidos pela prefeitura são sempre vagos. Em alguns bairros são “a partir das 7h da manhã” e em outros “a partir das 18h”. Ou seja, um lixo colocado as 7h da manhã, muitas vezes passa o dia inteiro exposto, sendo coletado apenas a tarde.

Sejamos práticos, esta formula de estipular horário não deu certo. Ao invés de facilitar a vida da população da qual cobra impostos, a Prefeitura apenas complicou, com mais uma regra, que depois de cinco anos se mostrou falha e nunca agradou. A tal depredação das lixeiras não justifica o seu não uso.

Antes com as lixeiras do que sem elas.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.