PousoAlegrenet

Menu

Pouso Alegre sediará núcleo do fórum mineiro para micro e pequenas empresas

Fórum busca contribuir com políticas públicas dos pequenos negócios.

Reunião decidiu Sede dos Fóruns no Sul de Minas. Foto: Divulgação

Reunião decidiu Sede dos Fóruns no Sul de Minas. Foto: Divulgação

Pouso Alegre sediará o Fórum Permanente Mineiro das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (FOPEMIMPE), da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico. A cidade foi escolhida por votação em reunião realizada na semana passada em Itajubá.

O Sul de Minas foi dividido em nove núcleos, sendo Pouso Alegre o maior, com mais de 30 municípios. A finalidade dos núcleos é dinamizar as ações, visto que a região é composta por mais de cem municípios.

ACIPA foi representada pelo 2º vice-presidente, Silvio dos Reis. Foto: Divulgação

ACIPA foi representada pelo 2º vice-presidente, Silvio dos Reis. Foto: Divulgação

Para Silvio dos Reis, 2º vice-presidente da Associação do Comércio e Indústria de Pouso Alegre (ACIPA), que esteve na reunião, a vinda do Fórum trará vantagens para Pouso Alegre: “É uma maneira de estarmos próximos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico podendo resolver os problemas das empresas de pequeno é médio porte da região. Aproveito para destacar o empenho e esforço do ex-secretário de desenvolvimento econômico, Ricardo Puccini, e do atual, Alexandre Fleming para que pudesse vir para cá esta secretaria”, destaca Silvio dos Reis.

O Fopemimpe

O Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Fopemimpe) é responsável por coordenar uma das principais ferramentas para construção de políticas públicas voltadas para o fortalecimento dos pequenos negócios em Minas Gerais. O Fopemimpe é composto por instituições que representam o poder público e os setores da indústria, comércio e serviços no segmento de micro e pequenas empresas no estado.

Os principais temas trabalhados são: ações para simplificar a formalização de empresas; facilitar a obtenção de crédito e o acesso às novas tecnologias; ampliar as possibilidades de exportação de produtos e serviços; orientar sobre vendas ao governo, além de discutir sugestões para aprimorar as atividades empresariais e o pagamento de impostos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.