PousoAlegrenet

Menu

Investidores não comparecem e licitação de aeroporto em Pouso Alegre é adiada

Licitação deveria ter acontecido na sexta-feira (3), mas foi adiada para 5 de setembro

Licitação do aeroporto foi adiada

Licitação do aeroporto foi adiada

A prefeitura de Pouso Alegre adiou para setembro a licitação para construção do aeroporto de cargas em Pouso Alegre. A licitação deveria ter acontecido na sexta-feira (3).

Segundo comunicado publicado no site da prefeitura, a licitação foi adiada para recebimento dos envelopes por 90 dias.  A justificativa dada no documento seria a “manifestação de interessados sobre a necessidade de conclusão de análises necessárias para participação no certame”.

Segundo informações, o adiamento aconteceu por que nenhuma empresa compareceu a licitação. Procurada, a prefeitura preferiu não responder a nossa redação. Segundo ela, uma nota oficial deve ser enviada na terça-feira (7). A nova licitação deve acontecer em 5 de setembro.

Questionado, aeroporto pode ser inviável

Desde o inicio da divulgação do projeto, em 2013, o aeroporto de cargas tem sido questionado. Além da atual crise econômica, as afirmações são de que não há mercado suficiente que justifique tamanho investimento para os investidores.

Caso na Espanha chama a atenção

Recentemente, o caso aeroporto da ‘Ciudad Real’ na Espanha gerou grande confusão. O aeroporto chegou a ser vendido por apenas 10 mil Euros para um grupo Chinês. Mas a venda foi bloqueada pela justiça.

Aeroporto foi vendido por 10% do custo de construção

Aeroporto foi vendido por 10% do custo de construção

O empreendimento, que tem uma das maiores pistas de aterrizagem da Europa, funcionou apenas nos primeiros quatro anos. Sem demanda, ficou os últimos três anos abandonado.

Os chineses que haviam comprado o aeroporto, ainda teriam que se comprometer a pagar uma divida de 529 milhões de euros, com empresas e moradores cuja propriedade foram compradas compulsoriamente (imposta por lei) e não receberam. Mas, a justiça da Espanha decidiu dispensar o pagamento da dívida, e o aeroporto foi comprado por um novo grupo, sem repasse as empresas e moradores.

Ministério Público questiona empreendimento em Pouso Alegre

O empreendimento já foi questionado pelo Ministério Público, que critica a falta de audiências públicas e estudos ambientais para expandir o perímetro urbano de Pouso Alegre. A ação foi negada pela Justiça sob a alegação de que a iniciativa já obteve aprovação junto à União Federal e pode ajudar no progresso da região.

Aeroporto ocupará uma área com cerca de 5 milhões de metros quadrados (Foto: Divulgação Prefeitura)

Aeroporto ocupará uma área com cerca de 5 milhões de metros quadrados (Foto: Divulgação Prefeitura)

O aeroporto de cargas

O aeroporto de cargas terá capacidade para receber aviões de grande porte e ocupará uma área com cerca de 5 milhões de metros quadrados. A construção será feita por meio de parceria público-privada (PPP). A estimativa da Prefeitura, e que operação, gere receitas superiores a R$ 5 bilhões e 3,5 mil vagas de emprego.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.