PousoAlegrenet

Menu

Ex-morador de Pouso Alegre também disputa olimpíadas no Rio

Jackson Rondinelli morou na adolescência em Pouso Alegre, onde mantem família e amigos. Atleta dos saltos ornamentais disputa prova na segunda-feira (8) as 15h30

Jackson em prova do salto ornamental

Jackson em prova do salto ornamental

Não será só o pouso-alegrense Cristiano Felício que terá uma torcida especial aqui em Pouso Alegre durante as olimpíadas. É o caso do atleta da seleção brasileira de Saltos Ornamentais em dupla, Jackson André Rondinelli de Oliveira, de 22 anos.

Nascido em São Paulo, mas com família em Pouso Alegre, Jackson morou durante a adolescencia na cidade. Estudou no Colégio São José e Cnec em Pouso Alegre, e na ETE em Santa Rita do Sapucaí. Ele também morou em Varginha (MG). “Nasci em São Paulo, mas me considero mineiro de Pouso Alegre. 90% da minha família mora ai”, disse Jackson ao PousoAlegrenet

Hoje atleta da seleção brasileira de saltos ornamentais, Jackson morou em Pouso Alegre na adolescência

Hoje atleta da seleção brasileira de saltos ornamentais, Jackson morou em Pouso Alegre na adolescência

Início tardio no esporte
Jackson começou a praticar o esporte apenas em 2010, e seu ínicio foi sem tanta pretensão. Naquele ano, durante férias foi fazer um curso na USP (Universidade de São Paulo). Foi tão bem que acabou sendo convidado para treinar no Pinheiros, clube que representa até hoje. Antes disso ele pratica ginástica acrobática em Varginha.

“Por três anos, fiz ginástica acrobática, que é aquela típica de circo. Muitas vezesme apresentava em eventos. E ela tem muita semelhança com saltos ornamentais, por causa dos giros, piruetas e da noção espacial que você precisa ter. Talvez isso tenha me ajudado a ter uma ascensão tão rápida nos saltos ornamentais”, afirmou.

Jackson está na vila olimpica (Foto: Reprodução Facebook)

Jackson está na vila olimpica (Foto: Reprodução Facebook)

Medo de altura
“Eu tenho medo de altura, de pular lá do alto. Mas antes de cada prova eu faço um trabalho psicológico, vou me conscientizando do que tenho de fazer. Isso me ajuda a sentir seguro e não me arriscar tanto a ponto de me machucar. Nunca aconteceu nada grave, só coisas normais como cair de barriga na água e ficar bem roxo”, afirmou Jackson no ano passado em entrevista.

Títulos e estreia na olimpíada
Rondinelli é atual bicampeão do Troféu Brasil, tem seis títulos brasileiros juvenil de saltos ornamentais, e obteve a 6ª colocação nos jogos Pan-americanos de Toronto em 2015. A prova de Jackson com seu companheiro na dupla, Hugo Parisi, na olimpíada, acontecerá na segunda-feira (8) as 15h30.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.