PousoAlegrenet

Menu

MG-290 passa por vistoria de deputados da ALMG

Em 2016 já foram 20 mortos na MG-290. Pelo menos cinco trechos foram avaliados nesta segunda-feira (5)

Falta de acostamento e de terceira faixa foram considerados os problemas mais graves pelos deputados (Foto: Arquivo EPTV)

Falta de acostamento e de terceira faixa foram considerados os problemas mais graves pelos deputados (Foto: Arquivo EPTV)

Deputados e autoridades fizeram uma vistoria nesta segunda-feira (5) na MG-290, que liga Pouso Alegre até a divisa de Jacutinga (MG) com o Estado de São Paulo. Os parlamentares avaliaram as condições da pista para propor melhorias junto ao governo do estado.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), no trecho conhecido como “Rodovia da Morte”, ocorreram entre janeiro e outubro deste ano 79 acidentes, 20 com mortes. O número de ocorrências é 45% superior ao de 2015.

Autor do requerimento para que os deputados estaduais visitassem a região, o deputado estadual Dalmo Ribeiro (PSDB) disse que o objetivo da vistoria é estudar medidas emergenciais que possam aumentar a segurança dos motoristas. “Lamentavelmente [a MG-290] tem sido, como sempre foi, palco de mortes. Sabemos que há um projeto técnico do Governo de Minas para esta rodovia, mas queremos fazer com que o governo veja o que sentimos aqui e pedimos urgência nas melhorias”, disse Dalmo Ribeiro.

O diretor do DER, Adalberto Bahia, disse que o projeto em finalização já definiu, entre outros pontos, a construção de acostamento em toda a extensão da rodovia, terceira faixa na saída de Pouso Alegre e 12 intercessões em cruzamentos perigosos. Falta de acostamento e de terceira faixa foram considerados os problemas mais graves pelos deputados.

Governo pretende incluir MG-290 em parceria privada

O deputado Ulysses Gomes (PT), não esteve nessa visita, mas disse que o governador já definiu a reforma da MG-290 como uma das prioridades do edital que o Governo do Estado irá publicar em 2017 para parcerias público-privadas (PPPs). “Esse projeto não pode ficar pendurado, é para ser colocado em execução assim que o projeto for entregue pela empresa”, garantiu Ulysses Gomes.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.