PousoAlegrenet

Menu

Pouso Alegre perdeu mais empregos do que Poços e Varginha juntas em 2016

Impulsionada pela indústria, cidade perdeu 1,6 mil postos de trabalho. Poços e Varginha juntas perderam 1.144

Fechamento da Sumidenso tirou 700 postos de trabalho de Pouso Alegre (Foto: Arquivo Sumidenso)

Pouso Alegre foi a cidade que mais sofreu com a perda de empregos no Sul de Minas em 2016. Segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a cidade perdeu mais empregos do que as outras duas maiores cidades da região, Poços e Varginha, juntas.

Pouso Alegre começou 2016 com 43.697 empregos formais, mas com impulsionada pelo fechamento de fábricas na cidade, fechou o ano com 42.042 empregos. Diminuição de 1.655 postos de trabalho.

Poços perdeu 839 postos, encerrando o ano com 49.098. Já Varginha perdeu 305 empregos,  encerrando com 37.162 postos de trabalho. A soma das vagas perdidas por ambas dá 1.144 demissões, bem menos do que Pouso Alegre.

Se em Pouso Alegre a “grande vilã” foi a indústria, em Varginha e Poços o que os números fossem menos dramáticos foram o bom resultado de setores específicos. Em Varginha o setor de serviços surpreendeu com aumento de 428 novos postos. Já em Poços a indústria não perdeu tantos postos, apenas 29.

Os principais setores de Pouso Alegre terminaram o ano assim: Industria de Transformação (-1.071), Construção Civil (-307), Serviços (-299), Comércio (-30).

Deixe um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.