PousoAlegrenet

Menu

Seis escolas estaduais seguem em greve em Pouso Alegre

Protesto por salário e contra reforma da previdência já dura 1 semana. Na cidade duas escolas estaduais estão com aulas completamente paralisadas, e o quatro parcialmente paralisadas

E.E. Preidente Bernardes é uma das escolas em greve total (Foto: Reprodução EPTV/Edson de Oliveira)

Pelo menos 2 escolas da rede estadual de ensino permanecem sem aulas nesta quinta-feira (23) em Pouso Alegre devido a uma greve iniciada por professores no dia 15 de março. Outras 4 estão parcialmente paradas.

A paralisação, segundo o sindicato da categoria, o Sindute, é um protesto pelo cumprimento do piso salarial dos professores em Minas Gerais e contra a reforma da previdência, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) feita pelo Governo Federal que prevê mudanças na aposentadoria.

Em Pouso Alegre (MG), seis escolas e 300 servidores da educação estão parados devido à greve (Foto: Reprodução EPTV/Edson de Oliveira)

Ainda na região de Pouso Alegre (MG), que abrange 71 escolas estaduais em 30 municípios, 16 estão paralisadas, conforme a Superintendência Regional de Ensino. Outras cinco atendem parcialmente os estudantes.

Segundo a Superintendência Regional de Ensino, a principio a paralisação irá até o dia 28.

Em Pouso Alegre as escolas estaduais em greve são:

  • E.E. Virgilia Pascoal (totalmente paralisada)
  • E.E. Presidente Bernardes (totalmente paralisada)
  • E.E. Dom João Rezende Costa (parcialmente)
  • E.E. Monsenhor José Paulino (parcialmente)
  • E.E. José Marques de Oliveira – Colégio Estadual (parcialmente)
  • E.E. Vinicius Meyer (parcialmente)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.