PousoAlegrenet

Menu

Curiosidade: ‘Judas’ quase foi enforcado de verdade na via-sacra em Pouso Alegre

Caso aconteceu durante encenação da via-sacra em 1987. Pessoas ficaram impressionadas com a bela atuação do ‘Judas’, que estava realmente se enforcando

Jornal da época

Nos anos 80, acontecia em Pouso Alegre a “Via Sacra em Quadros Vivos” onde existia uma grande estrutura para relembrar a Paixão de Cristo.

A via-sacra começava às nove horas em ponto em frente à Catedral e passava pela Avenida Duque de Caxias, Rua Silviano Brandão e terminava com a crucificação de Cristo em frente a capela de Nossa Senhora Aparecida na Remonta.

A encenação era feita por mais de 150 participantes entre atores e figurantes. Uma multidão acompanhava. À frente, ia um caminhão de som, de onde era narrada cada passagem.

Encenação da Via-sacra em Pouso Alegre nos anos 80

Em 1987 um fato inusitado aconteceu e por pouco não se transformou em algo mais grave. Ao passar atrás do mercado municipal, ‘Judas’ jogou as moedas, que tinham sido aceitas para entregar ‘Jesus Cristo’.

Após a cena, Judas saiu de cena, afastou-se da multidão e correu até o local onde aconteceria o ato seguinte, que era o enforcamento. Uma corda com um laço e um nó falso foi colocada em uma árvore ao lado da rotatória próxima ao Santuário.

Encenação da Via-sacra em Pouso Alegre nos anos 80

Quando a multidão lá chegou, as pessoas ficaram impressionadas com a bela atuação do ‘Judas’. Ele se debatia e colocava a mão no pescoço tentando aliviar a corda. Parecia mesmo que estava se enforcando. Parecia não, estava.

Quando um dos figurantes percebeu o que estava ocorrendo, ergueu Judas, que não estava conseguindo apoiar o pé em um toco que fora colocado para o mesmo subir quando colocou a corda no pescoço.

Logo, a multidão foi percebendo que algo havia dado errado. Um ‘soldado romano’ havia ficado responsável por dar o nó falso na corda.

Quem estava próximo de ‘Judas’ naquele momento, o ouviu dizer bravo ao soldado algumas frases que não estão na Bíblia: “Você é louco! Está ficando maluco? Quer me matar de verdade?”. E saiu dali esbravejando contra o ‘soldado’ que não havia feito direito o seu papel ao amarrar a corda.

A encenação terminou como estava previsto, na Capela da Remonta. E nos anos seguintes, o ator amador deixou o ‘arriscado’ papel de ‘Judas’ a cargo de outra pessoa, e passou a interpretar um ‘soldado romano’.

Agradecimentos: Gilberto Batista Alves

Juliano Finamour
Juliano Finamour é Historiador e professor. Atualmente ministra aulas de história em escolas privadas e publicas em Pouso Alegre, Ouro Fino e Inconfidentes.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.