PousoAlegrenet

Menu

FUVS emite comunicado sobre decisão que considera novo estatuto ilegítimo

Novo estatuto tirou das mãos do Governador de Minas o poder de indicar o conselho diretor da Fundação

Fuvs é mantendora do Hospital das Clínicas Samuel Libânio

A Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí (FUVS) emitiu um comunicado nesta quarta-feira (19) sobre a decisão monocrática que considera o novo estatuto da fundação ilegítimo.

O novo estatuto tirou das mãos do Governador de Minas o poder de indicar o conselho diretor da Fundação, e uma nova presidência foi escolhida durante a disputa judicial baseado no novo estatuto. O caso ainda irá a julgamento do Pleno.

Confira a nota

COMUNICADO IMPORTANTE

O Conselho Diretor da Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí (FUVS) comunica, em esclarecimento ao que foi veiculado por alguns meios de comunicação da cidade, que a decisão proferida no processo judicial em que se discute a validade do novo estatuto, atualmente em vigor, não é definitiva, e não se referiu à eleição e posse do atual conselho diretor da FUVS, estando pendente de novo exame, que ainda será realizado nas próximas semanas, pela Câmara Julgadora do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

É necessário ressaltar que a nova redação do estatuto foi feita seguindo estritamente as recomendações do Ministério Público Curador das Fundações e foi aprovado democraticamente por larga maioria de votos pela Assembleia Geral da Fundação.

Conselho Diretor
Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí