PousoAlegrenet

Menu

Hospital Samuel Libânio passa a marca de 200 transplantes de rins

Serviço de Hemodiálise do HCSL atende atualmente 186 pacientes e é referência para 33 cidades da região

Dr. Elias Kallás, Dra. Yara Gracia e Dr. Antônio Carlos Souza

O Hospital das Clínicas Samuel Libânio (HCSL) comemorou na manhã da sexta-feira (30) a marca histórica de 200 transplantes renais realizados. O Serviço de Hemodiálise do HCSL atende atualmente 186 pacientes e é referência para 33 cidades da região, incluindo Pouso Alegre.

“Essa marca significa que o Sul de Minas todo se empenhou em buscar doações para que os transplantes aqui fossem feitos”, comemora a coordenadora do Serviço de Hemodiálise, Yara Gracia Lorena.

A comemoração é ainda mais importante após uma retomada no número de transplantes que havia caído nos últimos anos, assim como a nível nacional. Em 2014 foram 31 cirurgias, caindo para 23 em 2015 e 20 em 2016. Já em 2017, em 6 meses o hospital já realizou 15 cirurgias.

Dr. Elias Kallás, Dra. Yara Gracia e Dr. Antônio Carlos Souza, e o presidente Luiz Roberto Martins Rocha

“Esse é um momento muito importante para a medicina do Sul de Minas e uma conquista para o povo de Pouso Alegre”, ressaltou o presidente da Fundação de Ensino Superior do Vale do Sapucaí, Luiz Roberto Martins Rocha.

O Hospital Samuel Libânio foi pioneiro na realização de transplantes renais no Sul de Minas. A história teve início em março de 1989, quando um paciente da cidade de Santa Rita do Sapucaí foi doador de um rim para o irmão dele. Na época, os médicos Elias Kallás, Yara Gracia e Antônio Carlos Souza foram os cirurgiões. O transplante nº 200 foi de um paciente pousoalegrense que recebeu um rim de um doador de Lavras.

“Essa marca de 200 transplantes constitui em um prêmio pelo trabalho realizado e deve ser valorizado pelos jovens que vivem um momento de tanto descaso da classe política com nossa saúde e corrupção sem fim no nosso país. Esse momento importante da nossa instituição deve trazer esperança para o futuro”, analisa Elias Kallás.

Dr. Elias Kallás e a Dra. Yara Gracia

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.