PousoAlegrenet

Menu

1º dia de integração de linhas de ônibus tem atrasos e reclamações em Pouso Alegre

Moradores aguardavam mais de 1 hora no ponto final da Praça João Pinheiro para fazer a baldeação. Princesa do Sul diz que integração ainda passará por ajustes, mas que usuários sentirão a melhoria no serviço, e que desmontagem de palco na Av. Dr. Lisboa atrapalhou

Moradores reclamaram de atrasos e falta de ônibus passando (Foto: PousoAlegrenet)

O 1º dia de integração das linhas do transporte coletivo em Pouso Alegre não funcionou exatamente como planejado. Na manhã desta segunda-feira (7) muitas pessoas reclamaram de atrasos e falta de ônibus passando.

Patrícia contou que vai chegar atrasada no serviço devido a demora na baldeação (Foto: PousoAlegrenet)

“Sim, está atrasado”, conta a empregada doméstica Patrícia Aline Meireles, que mora no bairro Jardim Redentor e esperava para fazer a baldeação para ir ao bairro Vergani, onde trabalha.

“Eu era acostumada a pegar no meu bairro a linha São Cristóvão. Eu ia direto. Descia lá em baixo e acabava de subir o restante a pé. Passava as 6h15m. Quando era 20 pras 7 eu estava lá em baixo e dava tempo de chegar no horário certo no serviço. Como hoje não passou o da 6h30 lá [Jd redentor] que vinha para o centro, só foi passar 10 pras 7. Eu cheguei aqui 7h20 e o que vai pro Vergani já tinha passado. Agora só 8h05. Isso se vir 8h05”, conta Patrícia. Era 8h10 quando ela terminou de gravar a entrevista e o ônibus chegou.

Técnica em enfermagem diz que já era para estar em casa se não fosse a baldeação (Foto: PousoAlegrenet)

Outra pessoa que não estava satisfeita com a demora para a baldeação era a técnica em enfermagem Priscila Paula da Silva, que mora no bairro Foch e estava voltando do trabalho no bairro São João.

“Está atrasado. Esta hora já estava em casa. Estou aqui já faz 1 hora e até agora não passou nenhum que vai pra aquele lado”, diz Priscila, que contou que gastava 35 minutos para chegar em casa e que hoje ficou 1 hora esperando apenas no ponto final, na Praça João Pinheiro.

Foto: PousoAlegrenet

Nossa reportagem também conversou com um grupo de funcionários de empresas do distrito industrial. Eles entram as 7h da manhã no trabalho. Era 8h e eles ainda estavam no ponto final.

A aposentada por invalidez dona Maria de Lourdes também esperava no ponto para fazer baldeação. Ela queria ir do Santa Edwirges para o bairro Vergani. “Já estou sentada aqui faz 30 minutos. Pelo menos eu não pago isso aqui”, brandou.

Foto: PousoAlegrenet

No local havia funcionários e fiscais da Princesa do Sul para vender o cartão que realiza a integração, mas sem identificação da empresa, era difícil encontra-los. Com eles era possível comprar os cartões já com 4 ou 10 passagens. Depois o morador pode fazer a recarga na sede da empresa ou pela internet.

Procurada, a Princesa do Sul disse vai resolver a questão da identificação dos funcionários na venda do cartão. Sobre os atrasos, a empresa disse que por ser o 1º dia, a integração ainda passará por ajustes, mas que boa parte dos atrasos citados se deve ao desmonte de um palco na Av. Dr. Lisboa, e de obras na Br-459. Segundo a empresa, os passageiros já perceberão a melhora ainda hoje e com o passar da semana.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.