PousoAlegrenet

Menu

Polícia prende suspeito em morte de empresário de Pouso Alegre na Fernão Dias

Empresário tentou evitar assalto a carro e foi arrastado. Ele caiu na pista e foi atropelado por um carro de apoio dos bandidos

Suspeito foi apreendido (Imagem: Rede Mais)

A polícia prendeu um casal suspeito de participação no assassinato do empresário Silvio Luiz Toledo Leite, de 45 anos, que morava em Pouso Alegre. O casal foi detido em uma favela na região do Jaçanã, zona norte da capital paulista na noite desta quinta-feira (24).

Segundo a polícia, há fortes indícios que os dois participaram do crime. Na delegacia, os suspeitos disseram que sabem detalhes sobre o crime, mas negam ter participado.

Suspeito foi apreendido (Imagem: Rede Mais)

A polícia chegou ate Ariane Marques, de 26 anos, e Alberto Pinto, de 33 anos, depois de denúncia anônima. O delegado pediu a prisão preventiva do casal, e aguarda a decisão do juiz.

De acordo com a polícia, a denúncia falava em quatro nomes. Além dos dois que estão apreendidos na delegacia, há outros dois suspeitos que não foram encontrados em casa. A polícia já tem a identificação e a foto desses homens. Durante o depoimento da mulher, os policias descobriram que mais pessoas podem estar envolvidas no crime.

Empresário morreu após ser arrastado (Foto: Reprodução/TV Globo)

O crime

O assalto ocorreu na quinta-feira (17), em um posto de gasolina na Rodovia Fernão Dias, na região do bairro Tremembé em São Paulo. O empresário e a mulher dele tinham acabado de abastecer o veículo e deixavam o posto quando sentiram uma batida na traseira do carro.

Ao saírem para ver o que tinha acontecido, os dois foram rendidos pelos criminosos. Quando os ladrões iam embora com o carro do casal, Silvio se agarrou a uma das portas para tentar impedir o roubo.

Empresário morreu durante tentativa de assalto

Os bandidos aceleraram e o empresário foi arrastado por cerca de 300 metros, quando caiu na pista, e foi atropelado. Nesta quinta-feira (24), os suspeitos confirmaram que quem atropelou Silvio, foi os ladrões que estavam no carro logo atrás.

O carro do empresário foi encontrado abandonado dois dias depois do crime. Silvio morava em Pouso Alegre, e deixou esposa e um filho de 10 anos. Ele estava em São Paulo a trabalho.

Com informações da Rede Mais

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.