PousoAlegrenet

Menu

Princesa do Sul emite nota dizendo que interdições e lentidão no trânsito têm causado atrasos

Segundo a concessionária de transporte público, ao longo das últimas semanas as linhas de transporte coletivo têm sido imensamente afetadas por interdições

Veículo chega a gastar 10 minutos para passar o semáforo na Rua Cel José Inácio no horário de pico

A Viação Princesa do Sul, concessionária de transporte público em Pouso Alegre, emitiu um comunicado na tarde desta terça-feira (8) afirmando que os recentes atrasos das linhas tem sido causados por interdições na BR-459 e na área central da cidade, além da lentidão do tráfego no município.

Segundo empresa, secretária de trânsito não tem avisado antecipadamente as interdições

Segundo empresa, secretária de trânsito não tem avisado antecipadamente as interdições

Nesta segunda-feira (7), a empresa fez uma mudança nas linhas, que passaram a ir apenas até o centro da cidade, obrigando parte dos passageiros a fazer baldeações. Segundo a empresa, a mudança melhoraria a pontualidade do serviço. Porém, já nos primeiros dias cresceram as reclamações de atraso.

Confira a nota

Nota de esclarecimento

A Viação Princesa do Sul vem a público informar que, a despeito de todos os esforços para eliminar os atrasos que afetam suas linhas de ônibus em função da lentidão do tráfego do município em algumas regiões, o empenho de sua equipe de colaboradores tem sido frustrado por recorrentes interdições parciais ou completas de vias.

Ao longo das últimas semanas, as linhas de transporte coletivo têm sido imensamente afetada pelas obras da BR-459, com forte influência sobre as rotas de ligação aos bairros Cidade Jardim, JK, Belo Horizonte,distrito industrial via comendador, bairro do chaves e SerraSul Shopping.

O mesmo tem ocorrido na região central, que amanheceu esta semana com a principal avenida da cidade, a Dr. Lisboa, interditada. Na sequência, outra interdição em uma via de ligação entre bairros, a Avenida Marechal Castelo Branco. Nesta terça-feira (08) a interdição se dá sobre trechos da Avenida Vereador Antônio da Costa Rios, principal ligação entre o Centro e os bairros da região Sul, uma das mais populosas da cidade.

A frequência e a ausência de programação para interdições que geram impacto relevante sobre a circulação dos ônibus coletivos impedem que a empresa se programe para minimizar atrasos que, em um efeito dominó, afetam os horários das linhas de quase toda a cidade.

A Princesa do Sul lamenta que esses fatos venham a comprometer, inclusive, o imenso esforço empregado para promover ajustes de rota nas linhas entre bairros para elevar a pontualidade dos horários.

Reforçamos nosso compromisso com os usuários do transporte coletivo e manutenção de todos os esforços necessários para oferecer dia a dia um transporte com qualidade, eficiência e respeito aos passageiros.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.