PousoAlegrenet

Menu

Justiça fixa multa a quem promover greve na FUVS contra conselho definido em conciliação

Grupo de funcionários insinuou em pedido que uma greve seria deflagrada caso acordo de conciliação que decidiu conselho interino não fosse desfeito

A 4ª Vara Cível da Comarca de Pouso Alegre determinou uma multa diária de R$ 10 mil para cada pessoa que promover greve na Fundação de Ensino do Vale do Sapucai (FUVS) contra o acordo de conciliação que decidiu o conselho interino da FUVS.

A decisão veio após um grupo de funcionários da FUVS iniciar um movimento contra a decisão e protocolar na sexta-feira (15) um pedido no ministério público para que tome providências contra o acordo.

Segundo eles, o acordo seria ilegal por não ter colocado dois funcionários da FUVS no conselho interino. Um campanha contra o conselho interino chegou a ser feita e compartilhada nas redes sociais.

No pedido, os funcionários ainda insinuam sobre uma suposta greve que estaria para ser deflagrada.

Confira o pedido feito pelos funcionários ao Ministério Público (link) e a decisão estabelecendo a multa (link).