PousoAlegrenet

Menu

Jovem que matou namorado em Pouso Alegre alega legitima defesa; Casal tinha histórico de brigas e ameaça

Durante a briga do casal, Leonardo teria agredido Olívia, que estava com hematomas no corpo. Olívia tinha registrado um boletim de ocorrência em 2015 contra o namorado por ameças

Leonardo foi morto a facadas (Foto: Redes Sociais)

Olívia é suspeita de ter matado o namorado (Foto: Redes Sociais)

A jovem que matou o namorado na manhã desta sexta-feira (6) em Pouso Alegre alegou a polícia que agiu em legitima defesa. A cabeleireira Olivia Maggiotti, de 23 anos, matou o namorado Leonardo Leão Melo, de 29 anos, que é comerciante.

De acordo com a Polícia Civil, por volta das 5h40 da manhã, Olívia saiu da casa de uma amiga e foi buscar Leonardo, que estava dormindo na casa da mãe. Os dois foram até a casa do pai de Olívia, no bairro Santa Luzia.

Segundo depoimento de Olívia, as agressões teriam começado ainda dentro do carro. Leonardo teria acertado Olívia na cabeça com um copo de vidro. Segundo a delegada, Olívia não apresentava nenhum corte no local, mas havia cacos de vidro dentro do carro. Segundo a delegada, a jovem tinha hematomas pelo corpo.

Ainda de acordo com o relato da jovem a Polícia Civil, a briga continuou dentro da casa do pai de Olívia. Por volta das 6 horas da manhã o crime aconteceu. Leonardo a teria agredido novamente, e ela reagiu usando uma faca de cozinha e dado uma facada no peito do namorado.

Jovem morreu no meio da rua (Foto: Redes Sociais)

Leonardo ainda conseguiu sair da casa, mas caiu ao chegar na rua. O Samu foi chamado para socorrer a vítima, mas Leonardo já estava sem vida.

A polícia foi chamada por vizinhos devido aos gritos durante a briga. Quando a Polícia chegou ao local, a namorada e o pai dela aguardavam em casa. Ela foi presa em flagrante.

A jovem se encontrava nesta tarde na delegacia de Polícia Civil. Ainda não se sabe se o juiz decretará a prisão preventiva da jovem ou se ela poderá responder em liberdade. Ela foi levada para o presídio da cidade.

A polícia civil disse que o pai de Olívia ajudou a prestar socorro e foi liberado.

Crime aconteceu no bairro Santa Luzia (Foto: Redes Sociais)

Segundo a delegada, Olívia disse que Leonardo não aparentava estar sob efeito de drogas ou bebida alcoólicas, informação que havia sido espalhada inicialmente em aplicativos de redes sociais.

Olívia havia registrado um boletim de ocorrência em 2015 contra Leonardo por ameaças. Segundo a polícia, pessoas próximas relataram que o casal brigava constantemente. O casal namorada desde 2014.

O advogado de Olívia disseram que ela é inocente e informou que a família não quer comentar o caso, e que aguardará o termino dos trabalhos da polícia para se pronunciar.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.