PousoAlegrenet

Menu

Falece em Pouso Alegre, Luiz de Castro, um dos maiores compositores do sertanejo raiz

Compositor de 81 anos teve 2 AVCs

Luiz de Castro é um dos maiores compositores da música sertaneja

A música sertaneja perdeu neste domingo (31) um dos seus maiores compositores: Luiz de Castro.

O compositor de 81 anos estava internado em estado grave no hospital das Clínicas Samuel Libanio, em Pouso Alegre, onde morava. Ele faleceu após ter dois AVCs (acidente vascular cerebral).

O velório acontece até as 14 horas na funerária Santa Edwirgens. Seu corpo será sepultado no bairro do Itaim, entre Pouso Alegre e Cachoeira de Minas.

Luiz de Castro morava em Pouso Alegre

Biografia de Luiz De Castro

Luiz de Castro nasceu em Campo do Meio, sul de Minas Gerais, em 11 de dezembro de 1936. De família humilde, sétimo dos dez filhos de Joaquim Antônio Mendes e Josefina de Castro Mendes. Trabalhou, ainda criança, na plantação de alho, como engraxate e quebrando pedras.

Aos 22 anos mudou-se para Varginha onde trabalhou por quatro anos em uma empresa metalúrgica. Mas já corria nas veias o sangue de um poeta e aos 26 anos decidiu encarar seu destino, indo para São Paulo tentar gravar suas primeiras composições: “Somente Tu”, “Covarde” e “Culpado”, músicas que ele compôs aos 18 anos de idade.

Luiz de Castro quando jovem

Em 1960, o tango “Somente Tu ” foi gravado por José Orlando, estourando em todo o território nacional e permanecendo por oito semanas consecutivas em primeiro lugar nas paradas de sucesso. “Somente Tu” foi regravada 37 vezes no Brasil e também no exterior, na França, Argentina, México e Chile. Na década de 70, formou dupla com Tupi e gravou o LP “Pedacinho de Chão” com alguns de seus sucessos. Bem humorado, gravou em 1995, um CD com músicas cômicas de sua autoria.

Da primeira composição até os dias de hoje, já são mais de 1749 músicas gravadas e regravadas por vários cantores, como Liu e Léu, Tião Careeiro e Pardinho, Lourenço e Lourival, Caçula e Marinheiro, Trio Parada Dura, Chitãozinho e Xororó, Daniel, Pedro Bento e Zé da Estrada, entre outros. Foi destaque na imprensa escrita de Pouso Alegre, Ubiratã, Londrina e São Paulo. Concedeu entrevistas na Globo de Varginha, TV Aparecida, e TV Cultura, no programa de Inezita Barroso. Foi radialista por um ano na Rádio Clube de Varginha, dois anos na Rádio Clube de Pouso Alegre. Apresentou o programa “Sertanejo Especial” Pela TV Libertas de Pouso Alegre.

Aos 73 anos, este pousoalegrense de coração não deixou de compor em sua vida até o reconhecimento como um dos maiores compositores do país, o segundo em número de canções sertanejas gravadas não foi fácil. Por isso era um dos maiores incentivadores de novos talentos, revelando compositores e cantores que através dele despontaram em uma carreira de sucesso. Em reconhecimento a sua contribuição realizada ao longo do tempo à cultura regional do município de Pouso Alegre e porque não dizer do país, Luiz de Castro recebeu da Câmara de Pouso Alegre em 25 de abril de 2008 a Insígnia Tiradentes.

Homenagem feita ao compositor Luiz de Castro em 2016 pela TV Aparecida