PousoAlegrenet

Menu

Megaoperação em três estados prende novo chefe da Policia Civil de Pouso Alegre

Delegado foi preso em operação desencadeada no Triangulo Mineiro, região onde o delegado trabalhava até março deste ano, quando foi transferido para Pouso Alegre. Ele assumiu a chefia do departamento em dezembro

Foto: PousoAlegrenet

Uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ligado ao Ministério Público, prendeu preventivamente na manhã desta terça-feira (19) o chefe do departamento da Polícia Civil em Pouso Alegre.

André Vinícius Corazza foi levado para a sede do Ministério Público de Pouso Alegre, onde presta depoimento, e depois será encaminhado para Belo Horizonte.

André Vinícius Corazza foi transferido em março para Pouso Alegre (Foto: Terra do Mandu)

A operação foi desencadeada em Urberlândia, no triangulo mineiro, região onde o delegado trabalhava até março, quando foi transferido para Pouso Alegre. No início desse mês ele assumiu a chefia do 17º departamento da Polícia Civil em Pouso Alegre.

As 14 horas o Ministério Público dará uma coletiva de imprensa em Pouso Alegre para passar mais detalhes da operação.

A megaoperação

A operação, que recebeu o nome de “Fênix”, é um desdobramento de outras três operações distintas. Dentre os crimes investigados estão associação para o tráfico de drogas, obstrução de Justiça, organização criminosa, receptação, corrupção passiva e ativa, estelionato.

Segundo informações do Ministério Público Estadual (MPE), são cumpridos 200 mandados de prisão preventiva contra 136 pessoas (sendo que há investigados contra os quais foi expedido mais de um mandado de prisão preventiva). Entre os alvos estão delegados de Polícia Civil, chefes de departamento, escrivães, investigadores e advogados.

Também foram expedidos 121 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de condução coercitiva (quando a pessoa é levada para depor).

O cumprimento das ordens judiciais acontece em Uberlândia, Uberaba, Araguari, Patos de Minas, Patrocínio, Monte Alegre de Minas, Passos, Pouso Alegre, Araxá e Belo Horizonte. A ação também ocorre em Cuiabá (MT) e Cascavel (PR).

A ação conta com o apoio da Polícia Militar (PM), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Receita Estadual.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.