PousoAlegrenet

Menu

Ceasa de Pouso Alegre já enfrenta falta de produtos devido à greve dos caminhoneiros

Nos supermercados alguns produtos já estão em falta, e há a possibilidade dos preços subirem

Cema trabalhou com menos da metade da capacidade (Foto; Reprodução EPTV)

Além falta de combustível, Pouso Alegre já começa a sentir o reflexos da greve dos caminhoneiros no setor de alimentos.

A central municipal de abastecimento (CEMA), onde se compra e vende frutas e verduras, trabalhou na manhã desta quinta-feira (24) com menos da metade da capacidade. Segundo o gerente da unidade, apenas um produtor rural da região tem conseguido escoar frutas e verduras.

Nesse supermercado, já não havia mais mamão (Foto: Reprodução EPTV)

Os supermercados também começaram a sentir os reflexos, principalmente no setor de horti-fruti. Alguns produtos já estão em falta, e há a possibilidade dos preços subirem: “A partir de amanha, alguns produtos, como o abacaxi, terão influência [nos preços]. Porque já não é regionalizado, então a gente não consegue comprar com o preço aqui da região”, disse o gerente de um supermercado em entrevista à EPTV.

Em Pouso Alegre, poucos postos ainda tem combustível.

Com informações da EPTV