PousoAlegrenet

Menu

Carlos Laraia é eleito novo reitor da Univás

Laraia obteve 87% dos votos em eleição com chapa única. Vice será o professor Benedito Afonso Pinto Junho.

Prof. Carlos Laraia, Presidente da FUVS Rafael Simões, e Prof. Benedito Afonso Pinto Junho. Foto: Divulgação FUVS

Prof. Carlos Laraia, Presidente da FUVS Rafael Simões, e Prof. Benedito Afonso Pinto Junho. Foto: Divulgação FUVS

Após três dias de eleições, na noite de sexta-feira(25) a Universidade do Vale do Sapucaí (Univás) realizou a apuração dos votos. A chapa única, “Integração”, que conta como candidato a reitor, professor Carlos de Barros Laraia e seu vice-reitor, professor Benedito Afonso Pinto Junho obteve quase 87,80% de votos, entre professores, alunos e colaboradores.

Com o resultado, Carlos Laraia, que já participava da atual reitoria como Pró-Reitor de Extensão e Assuntos Comunitários, substituirá o atual reitor, o Prof. Félix Carlos Ocáriz Bazzano.

“Agradeço a todos professores, alunos e funcionários que participaram do processo eleitoral e confiaram seu voto em nossa chapa. Vamos priorizar a qualidade e excelência de nosso ensino, proporcionando uma Universidade sempre perto da sociedade”, disse o reitor eleito da Univás, professor Carlos Laraia.

Já o vice-reitor eleito da Univás, professor Benedito Afonso comemorou o resultado com entusiasmo.

“Agora é hora de intensificarmos nosso trabalho, dando continuidade aos projetos da instituição e criando novos cursos que venham de encontro ao anseio de nossos alunos. Queremos trabalhar em prol de toda a comunidade acadêmica”, salientou Benedito Afonso.

O presidente da FUVS, Rafael Simões comemorou o resultado das eleições para a reitoria da Univás.

“Estou muito satisfeito com o resultado, isso prova que professores, alunos e funcionários apostam nessa nova gestão, que em parceria com a Fundação irá trazer inúmeros benefícios estruturais e acadêmicos. Nosso foco é manter uma instituição de qualidade e excelência para todo o Estado”, finalizou Rafael Simões.

De acordo com o regulamento do Processo Eleitoral para a Reitoria da Univás, o reitor e o vice-reitor são eleitos pela comunidade acadêmica, entre seus docentes pertencentes à carreira do magistério superior da Univás, portadores de título de pós-graduaçãostricto sensu , por meio de voto direto e secreto. O voto do corpo docente corresponde a 60% do total; do corpo discente corresponde a 20% e o voto do corpo técnico-administrativo corresponde a 20% do total de votos.

Eleição acontece após turbulência

A eleição com chapa única aconteceu após um período turbulento do qual passou a Fundação do Vale do Sapucaí (FUVS), mantenedora da Univás. No inicio de março, uma série de protestos contra a saída de um professor da Univás aconteceram em frente ao acesso principal do campos Fátima. Para os estudantes, a demissão do professor foi política, por suas ligações com o Partido dos Trabalhadores e uma tentativa de candidatar-se à reitoria da universidade.

Ainda em março, a Câmara Municipal criou uma comissão para investigar a FUVS, e apresentar até o final de junho um relatório sobre a situação financeira e administrativa da instituição.